Lisboa: Incêndio em mato em Carnide já obrigou à evacuação de infantário e de casas

O incêndio na Azinhaga dos Serrados deflagrou depois das 14 horas desta quinta-feira. Infantário com 13 crianças foi evacuado por razões de segurança. No local estão mais de 50 operacionais apoiados por 17 viaturas.

Deflagrou um incêndio numa zona de mato em Carnide, em Lisboa, esta quinta-feira, 18 de julho. Já foram evacuados 20 moradores e também 13 crianças e quatro adultos de um infantário na zona, segundo a Lusa.

A ocorrência teve lugar às 14:17 na Azinhaga do Serrado, segundo o Regimento de Bombeiros Sapadores. No local estão presentes 57 operacionais e 17 veículos, segundo a página Fogos.pt, incluindo Bombeiros Sapadores, PSP e Polícia Municipal.

O incêndio numa quinta está a ser combatido por 43 bombeiros apoiados por 11 veículos, segundo o regimento de Bombeiros Sapadores, e teve início ao começo da tarde.

Segundo a agência Lusa, cerca de duas dezenas de pessoas já foram retiradas das suas casas. Além de combaterem o fogo, os bombeiros estão também a projetar água para os edifícios mais próximos, assim como para o Teatro de Carnide.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Mais de 300 artistas exigem 1% imediato do Orçamento do Estado para a Cultura

Mais de 300 artistas, concentrados em frente ao Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, exigem um valor imediato de 1% do Orçamento do Estado (OE) para a Cultura, em 2020, numa iniciativa convocada pela Plataforma Cultura em Luta.

Ordem dos Engenheiros subscreve declaração sobre emergência climática

O documento da WFEO, recentemente emitido, elenca 11 medidas concretas com as quais a federação internacional das ordens de engenheiros se compromete, considerando as crises de colapso climático como as questões mais graves da atualidade.

“Pirralha!”. Greta Thunberg defende causa indígena e Jair Bolsonaro reage

Bolsonaro referia-se às declarações da jovem no Twitter, em que afirmou que “os povos indígenas estão literalmente a ser assassinados por tentar proteger a floresta da desflorestação ilegal. Repetidamente. É vergonhoso que o mundo permaneça calado sobre isso”.
Comentários