Lisboa segue em leve alta, acompanha praças europeias

EDP e BCP suportam ganhos da praça nacional. Investidores aguardam dados macro.

Lucas Jackson/Reuters
Ler mais

A bolsa portuguesa abriu em terreno positivo, com o índice de referência nacional PSI20 a valorizar 0,2%, em linha com as pares europeias, num dia marcado pela divulgação de dados macroeconómicos em Portugal e na zona euro.

A dar energia à bolsa nacional está a EDP, com uma subida de 1,07% para 3,21 euros. Também a puxar pelo PSI20 está o Millennium bcp, com uma subida de 0,3% para 21 cêntimos de euro, a recuperar das fortes quedas das últimas semanas.

Pela negativa, o ‘peso pesado’ Galp Energia recua 0,8% para 13,91 euros, tal como a retalhista Jerónimo Martins. A dona do Pingo Doce desvaloriza 0,06% para 16,65 euros.

Hoje serão conhecidos os números do desemprego e do Produto Interno Bruto no segundo trimestre, com os economistas a preverem uma subida de 0,2% face aos primeiros três meses de 2017.

Na Europa, as principais praças valorizam entre 0,2% e 0,4%, com os investidores a aguardarem a divulgação dos dados do emprego e da inflação na zona Euro em Agosto. Segundo os analistas do BPI Investimento, os preços terão aumentado 1,4% em termos anuais, “aliviando a pressão sobre o BCE para normalizar a sua política monetária”, referem.

“A favorecer o mercado deverão estar o fecho de Wall Street e de alguns mercados asiáticos, bem  como  a  notícia  de  que  o  Centro  Nacional  de  Furacões  dos  EUA  informou  que  o furacão  Harvey  perdeu intensidade e converteu‐se numa depressão tropical.   Entretanto,  a  esfera  política  e  o  cenário  macroeconómico  da  Zona  Euro  serão  dois  pontos  importantes  da  sessão.  Hoje  é  o  último  dia  da  3ª  ronda  de  negociações  sobre  o  Brexit,  com  os  investidores  a  aguardarem  por  alguma  declaração  sobre  os desenvolvimentos  relativos  a  este  assunto”, adiantam os especialistas da casa de investimento.

Relacionadas

Wall Street sobe à boleia do PIB e do emprego

O crescimento real do PIB reflete o contributo positivo do investimento privado (0,60 p.p.), do consumo privado (2,28 p.p.) e das exportações líquidas (0,21 p.p.). Outro dado relevante conhecido hoje refere-se ao emprego do sector privado que superou largamente as expetativas.

Warren Buffett torna-se o maior acionista do Bank of America

A Berkshire Hathaway exerceu o direito de adquirir 700 milhões de ações com um desconto acentuado.
Recomendadas

Wall Street fecha mista em dia de Farfetch

O Dow Jones fechou em alta em contra-mão com os Nasdaq e S&P. A estreia de bolsa da Farfetch é um dos destaques em Wall Street, tendo a procura levado a uma subida do preço da ação face ao preço da colocação no IPO (oferta pública inicial).

Farfetch vale 7,02 mil milhões de dólares em bolsa

No lançamento do IPO, as ações da empresa valiam 20 dólares (17,03 euros), mas no final da sessão fecharam com uma cotação de 28,5 dólares. Ao fecho da sessão, a Farfetch tinha uma capitalização bolsista de 7,02 mil milhões de dólares (6,13 mil milhões de euros).

Bolsa de Lisboa fecha em terreno negativo em contra-ciclo com a Europa

A família Sonae, a Mota-Engil e a Pharol estragaram a sessão da bolsa lisboeta ao registarem quedas acima de 3%. A maioria das praças europeias encerrou em alta, com os índices ibéricos a registarem performances inferiores aos pares. O Euro Stoxx 50 registou a décima sessão consecutiva de valorização.
Comentários