PremiumLLYC e FI Group lançam unidade para fundos europeus

Consultoras querem apoiar empresas a aceder aos fundos da chamada ‘bazuca europeia’. A LLYC fica responsável pela comunicação dos projetos, enquanto a FI Group focar-se-á na dimensão financeira.

Numa altura em que o país debate o destino das verbas comunitárias destinadas a Portugal, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), a consultora de comunicação Llorente y Cuenca (LLYC) e a consultora de gestão da inovação e captação de investimento FI Group uniram esforços e, em parceria, vão criar uma nova unidade de negócio dedicada aos fundos europeus.

As duas empresas consideram que a nova unidade traz uma abordagem que ainda “não existia no mercado”. A nova unidade vai atuar no mercado ibérico (Portugal e Espanha), sendo o principal objetivo apoiar as empresas e as organizações na apresentação projetos estratégicos para o país, agilizando os processos de candidatura procurando evidenciar o posicionamento e comunicação dos diferentes players que querem candidatar-se aos fundos comunitários.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Resultados operacionais da CUF caíram 24% em 2020, para 533,5 milhões de euros

No ano passado, a participada do Grupo José de Mello para o sector da saúde apresentou um resultado líquido consolidado negativo de 23,8 milhões de euros.

Comissão Europeia aprova ajuda intercalar de 462 milhões de euros à TAP

Bruxelas considera que a medida de apoio portuguesa à companhia aérea nacional, para compensar a empresa pelos prejuízos sofridos devido à pandemia está “em conformidade” com as regras da União Europeia.

Números das saídas da TAP dados por Miguel Frasquilho “pecam por defeito”, acusa sindicato

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) acusou esta sexta-feira o presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, de “iludir” a realidade, numa entrevista à TVI24.
Comentários