Lucros da Ramada caíram 91,5% até setembro

Os lucros da F. Ramada formam menos de um décimo do conseguido no período homólogo de 2018, em que a empresa garantiu resultados líquidos de cerca de 67,3 milhões de euros.

Os lucros da Ramada Investimento e Indústria nos primeiros três trimestres deste ano caíram 91,5% face ao período homólogo do ano passado, fixando-se em cerca de 5,7 milhões de euros.

Segundo o relatório e contas da empresa do grupo empresarial liderado por Paulo Fernandes referente ao período entre janeiro e setembro deste ano, os lucros da F. Ramada formam menos de um décimo do conseguido no período homólogo de 2018, em que a empresa garantiu resultados líquidos de cerca de 67,3 milhões de euros.

No documento enviado para a CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, os responsáveis da empresa não explicam as razões desta quebra.

A Ramada Investimentos e Indústria é a sociedade-mãe de um conjunto de empresas que exploram negócios distintos, desde a área industrial, que inclui a atividade dos aços especiais e trefilaria, assim como a atividade relacionada com a gestão de investimentos financeiros relativos a participações em que o grupo é minoritário.

Esta subholding dedica-se também ao segmento imobiliário, estando vocacionada para a gestão de ativos neste segmento de negócios.

A única eventual explicação para a quebra dos lucros pode encontrar-se na afirmação constante do referido relatório e contas, segundo a qual, “nos primeiros nove meses de 2019, a atividade de aços registou um decréscimo do volume de negócios face a igual período do ano anterior”.

No entanto, as vendas consolidadas da Ramada, se bem que igualmente em perda, não tiveram um comportamento tão negativo. Nos primeiros nove meses deste ano, a empresa registou um volume de negócios de 86,5 milhões de euros, menos 11,6% que em idêntico período do ano passado.

Mesmo, especificamente no setor da indústria, a faturação da empresa caiu apenas 12,3%, para cerca de 81,7 milhões de euros.

O EBITDA da Ramada no período em análise também baixou, na casa dos 22,7%, para cerca de 11,5 milhões de euros.

Ler mais
Recomendadas

Receitas da Altice Portugal crescem 2,1%, para 536 milhões de euros no terceiro trimestre

O crescimento das receitas foi sustentado sobretudo pelo segmento do consumo, Base de clientes da da empresa de telecomunicações cresceu “pelo oitavo trimestre consecutivo”.

Lítio em Portugal é explorado em conjunto com outros minérios para produzir cerâmica

Portugal produz lítio, mas não existem minas dedicadas exclusivamente à exploração de lítio, que é extraído em conjunto com outros minérios para produzir cerâmica.

Nike anuncia fim da parceria com a Amazon

A estratégia da gigante americana toma agora uma nova face, impulsionada pela mudança de direção, depois da contratação do ex-diretor executivo do EBAY. A Nike tem investido bastante no mercado online, e através da internet viram as suas receitas triplicarem desde 2013.
Comentários