Luís Tavares Bravo: “Evergrande? Tem que se colocar em perspetiva o que é o perigo de contágio na China e a nível global”

É o segundo maior grupo imobiliário na China em termos de vendas, num país em que este setor tem um peso de 18% no PIB. Com dívidas superiores a 300 mil milhões de euros, que efeitos na economia poderá ter a eventual queda da Evergrande? Luís Tavares Bravo, economista e diretor de investment advisory do Bison Bank, analisa as prováveis consequências desta queda nesta “Fast Talk” da JE TV.

Relacionadas

Grupo de investidores da Evergrande não espera receber pagamento de cupão obrigacionista esta quinta-feira

O gigante chinês tem enfrentado uma situação financeira delicada que preocupa analistas, investidores e governantes, dado o impacto que pode ter no sistema bancário do seu país e até mundial.

Evergrande: como o gigante chinês ameaça a economia global

É o segundo maior grupo imobiliário na China em termos de vendas. Emprega quase 200 mil trabalhadores mas movimenta cerca de 4 milhões de pessoas e 70 mil investidores. Estima-se que a empresa tenha dívidas superiores a 300 mil milhões de dólares, o que faz da Evergrande uma das empresas mais endividadas do mundo.
Recomendadas

Ricardo Salgado. Tribunal rejeita pedido da defesa para suspender julgamento por diagnóstico de Alzheimer

A defesa do antigo banqueiro Ricardo Salgado tinha pedido a suspensão do processo, mas juiz considera que a doença não é razão suficiente para que as “capacidades de defesa do arguido estejam limitadas de tal forma que o impeçam de se defender de forma plena.

Presidente e vice-presidente da ASFAC integram a direção da associação europeia do sector

Duarte Gomes Pereira e Leonor Santos, Presidente e Vice-presidente, respetivamente, da Associação de Instituições de Crédito Especializado (ASFAC) foram eleitos para integrar a Direção da European Federation of Finance House Associations (Eurofinas).

WeWork chega ao mercado bolsista

Entrada no mercado de ações acontece depois do entrave criado pela pandemia e de uma Oferta Pública Inicial (IPO) falhada.
Comentários