Lula da Silva: “Bolsonaro não está a governar, mas a dar autorização para vender o Brasil”

Em entrevista à RTP a partir da prisão, o antigo presidente brasileiro deixa duras críticas à governação do atual chefe de Estado do Brasil.

Ueslei Marcelino/Reuters

Lula da Silva critica duramente a governação do presidente brasileiro. O antigo presidente acusa Jair Bolsonaro de estar mais interessado em privatizar os ativos estatais do Brasil do que governar o país.

“Não acho que ele esteja governando o Brasil, ele está na verdade dando autorização para vender esse país”, criticou Lula da Silva, a cumprir pena de prisão por corrupção, em entrevista à RTP, que vai ser transmitida na noite desta terça-feira, 15 de outubro.

“Ele não gosta de liberdade, por isso tem de ter milícia, ele não gosta de emprego, por isso pede para o seu ministro da Fazenda vender tudo, estão querendo privatizar tudo o que possa imaginar nesse país”, acusou.

O antigo líder do Partido dos Trabalhadores (PT) considera mesmo que Jair Bolsonaro está a destruir a democracia brasileira. “Você não tem um cidadão que tenha sido eleito para governar o país pensando na melhoria do Brasil, na melhoria do povo brasileiro. Você tem um cidadão que é um demolidor, um destruidor da democracia desse país”.

Lula da Silva foi presidente do Brasil entre 2003 e o final de 2010. Em 2017, foi condenado a nove anos e meio de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. O juíz federal Sérgio Moro considerou que o ex-presidente promoveu interesses da construtora OAS junta da petrolífera estatal Petrobras. Lula da Silva está a cumprir pena na prisão de Curitiba, no estado do Paraná.

Recomendadas

Confrontos entre manifestantes e polícias abalam principais cidades dos EUA

Confrontos entre manifestantes e polícias abalaram no sábado à noite as principais cidades dos Estados Unidos, colocadas sob recolher obrigatório, na sequência da morte do afro-americano George Floyd.

Faltam 20 minutos. Dois astronautas da SpaceX preparam-se para lançamento histórico

Doug Hurley e Bob Behnken terão 19 horas de voo até à Estação Espacial Internacional. É o primeiro voo espacial tripulado da empresa privada SpaceX, de Elon Musk.

PremiumReeleição de Donald Trump começa a estar claramente posta em causa

À medida que novembro se aproxima, as expectativas de um segundo mandato do atual presidente esbarram na forma comoa Casa Branca lidou com a pandemia, mas sobretudo na incapacidade de relançar a economia no caminho do crescimento.
Comentários