Manchester City tem mais de 300 milhões para gastar e vai avançar por João Félix, avança “The Athletic”

O objetivo da direção do City passa por reforçar o plantel às ordens de Pep Guardiola e contrariar ao máximo o favoritismo do campeão Liverpool, liderado pelo alemão Jurgen Klopp. Para isso, Guardiola vai contar com um orçamento de 332 milhões de euros que serão investidos nas próximas semanas.

João Felix (Atlético Madrid)

O avançado português João Félix, atleta que há um ano protagonizou a mais avultada transferência do futebol português, quando trocou o SL Benfica pelo Atlético de Madrid, encabeça a lista de reforços do Manchester City para a próxima temporada, avança o portal “The Athletic”.

Conta o “The Athletic” que o Manchester City vai surgir com fulgor no próximo mercado de transferências depois da suspensão do castigo imposto pela UEFA por alegado incumprimento do Fair Play financeiro. O objetivo da direção do City passa por reforçar o plantel às ordens de Pep Guardiola e contrariar ao máximo o favoritismo do campeão Liverpool, liderado pelo alemão Jurgen Klopp.

Para isso, Guardiola vai contar com um orçamento de 332 milhões de euros que serão investidos nas próximas semanas.

A encabeçar a lista de compras do Manchester City está João Félix, sublinha o “The Athletic”. O avançado português esteve nas cogitações dos ingleses mas o Atlético de Madrid acabou por fechar o negócio com o SL Benfica. Com a época a não correr de feição para jovem avançado português, Pep Guardiola voltou a mostrar interesse por João Félix, que poderá sentir-se tentado em trocar Madrid por Manchester.

João Félix terminou a temporada com 35 jogos efetuados, oito golos marcados (seis na Liga espanhola e dois na Liga dos Campeões) em todas as competições e 2462 minutos jogados.

 

Ler mais
Recomendadas

Figo discute com deputado espanhol no Twitter. “Paguei mais ao Fisco a dormir que tu acordado”

Na rede social, Luís Figo acusou o deputado do ERC Gabriel Rufián de falta de seriedade e de não apresentar propostas. O político respondeu ao lembrar que Figo foi apanhado pelo Fisco, em 2012. O português foi condenado a pagar 2,4 milhões de euros ao Fisco espanhol, por rendimentos obtidos, mas não declarados, em 1997, em 1998 e em 1999.

Vitória de Guimarães vai ter maioria da SAD após acordo com Mário Ferreira

Num comunicado publicado no sítio oficial, o clube minhoto refere que “formalizou um contrato com a Mário Andrade Ferreira, S.A.” para “adquirir, de modo faseado”, até 31 de março de 2022, a “totalidade das ações representativas do capital social da Vitória Sport Clube – Futebol SAD”, por um preço total de 6,5 milhões de euros.

Liga Portugal quer estádios de futebol com até 30% da lotação

A diretora executiva do organismo Sónia Carneiro diz que a ida passa por fazer jogos testes de forma evolutiva com o objetivo de ter cinco mil adeptos nas bancadas.
Comentários