Marcelo condecora primeiro presidente de Serralves com Ordem do Infante D. Henrique

No discurso que encerrou a reunião e onde também esteve a ministra da Cultura, Graça Fonseca, o chefe de Estado terminou a sua intervenção referindo-se ao peso da instituição.

O Presidente da República condecorou hoje João Marques Pinto, primeiro presidente da Fundação Serralves, no Porto, com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, no decorrer da reunião anual de fundadores.

“Sem a sua visão, pertinácia, conjugação de grandeza de horizontes e de realismo de ação teria sido possível arrancar com um projeto tão ambicioso e tão inovatório (…) Três décadas volvidas a perspetiva histórica permite ampliar esse reconhecimento e mostrar que não prescreveu nem prescreverá e justifica a condecoração cujas insígnias terei hoje a honra de entregar”, disse Marcelo Rebelo de Sousa.

A Fundação de Serralves está a comemorar 30 anos de existência e João Marques Pinto foi o primeiro presidente da fundação entre 1989 e 2000, sendo substituído por Teresa Patrício Gouveia

No discurso que encerrou a reunião e onde também esteve a ministra da Cultura, Graça Fonseca, o chefe de Estado terminou a sua intervenção referindo-se ao peso da instituição.

“Aqui neste Porto que só não é o que não quer ser porque tem tudo para ser o que quiser sonhar, neste ambiente de cultura que nos fala daquilo que parece estar cada vez mais ausente das modas imediatistas do efémero sem marca profunda e duradoura. Neste cruzamento do Portugal no melhor das suas raízes e o mundo na variedade dos seus horizontes, aqui, onde mesmo o mais descrente entre os descrentes dificilmente deixará de sentir um toque de eternidade”, elogiou o Presidente da República.

A reunião de hoje ficou marcada pela chegada de 27 novos fundadores.

Ler mais
Recomendadas

“Agricultores foram excecionais durante o período inicial da pandemia”, afirma Marcelo

O Presidente da República marcou presença na apresentação do ‘Ambição Agro 2020-30’ onde aproveitou para enaltecer o papel que o setor agrícola desempenhou durante o confinamento provocado pela pandemia do coronavírus.

Covid-19: Sobe para 45 número de infetados associados a surto em lar de Ourique

O primeiro caso positivo de covid-19 no lar da aldeia de Santa Luzia, o de uma idosa de 85 anos, tinha sido detetado no dia 13 deste mês, após um teste realizado pela utente devido a “um episódio hospitalar de urgência” no hospital de Beja, onde acabou por ficar internada.

“Graças à inovação na agricultura, Portugal reduziu em 400 milhões o seu défice alimentar”, diz António Costa

O primeiro-ministro esteve presente por videoconferência na apresentação do ‘Ambição Agro 2020-30’, e fez questão de frisar que a agricultura é uma atividade virada para o futuro e não do passado.
Comentários