PremiumMário Ferreira compra 30% da TVI por 10,5 milhões

Negócio avalia Media Capital em 130 milhões de euros (com dívida), abaixo dos 205 milhões que a Cofina ia pagar pela empresa antes da pandemia.

Mário Ferreira formalizou ontem a compra de 30,22% da Media Capital, a empresa detentora da TVI, TVI24, Rádio Comercial e da produtora Plural, por 10,5 milhões de euros. O negócio avalia a Media Capital em 130 milhões de euros (incluindo a dívida de 80 milhões), bastante abaixo dos 205 milhões que a Cofina iria pagar pela empresa, antes de ter desistido dessa operação, em março.

A Prisa explica esta desvalorização com o impacto da pandemia de Covid-19, que levou a uma descida significativa das receitas dos grupos de media, com a queda do investimento publicitário.

O patrão da Douro Azul tornou-se desta forma o segundo maior acionista da Media Capital, continuando os espanhóis da Prisa como investidores maioritários, com 64,47%.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Relacionadas

Mário Ferreira compra 30,22% da TVI por 10,5 milhões de euros

O empresário dono da Douro Azul torna-se desta forma o segundo maior acionista da Media Capital, continuando os espanhóis da Prisa como acionistas maioritários com 64,47%.

Mário Ferreira: Futuro dos media depende da capacidade de se “reinventarem”

O dono da Douro Azul, que adquiriu 30,22% da Media Capital aos espanhóis da Prisa, defendeu que os meios de comunicação, sobretudo os deficitários, devem seguir o exemplo de grupos “mais pequenos” como a Cofina.
Recomendadas

Marques Mendes: Governo está a demorar muito tempo a decidir sobre a TAP

O comentador político diz que a solução para a TAP no imediato vai passar por um empréstimo público ou um empréstimo privado com garantia de Estado, apontando que o Estado não vai integrar a Comissão Executiva, mas que os “poderes do Conselho de Administração serão reforçados”.

Luxair retoma voos para Faro com clientes luxemburgueses para hotéis do Grupo NAU

Cerca de 70 turistas do Luxemburgo ficaram alojados no o São Rafael Atlântico e o Salgados Dunas Suites, reabriram hoje, dia 31 de maio, as suas portas, e vão permanecer entre sete e 14 noites.

Centros comerciais vão reabrir amanhã à exceção da Área Metropolitana de Lisboa

Dos 94 centros comerciais associados da APCC, 35 são na Área Metropolitana de Lisboa, representando cerca de 50% do emprego deste subsetor de atividade.
Comentários