Matos Fernandes: “14 trabalhadores não cumpriram requisição civil”

Ministro do Ambiente e da Transição Energética fez um ponto de situação relativamente à requisição civil decretada na segunda-feira. Onze destes camionistas já foram notificados e os restantes três continuam por localizar.

José Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e da Transição Energética, realçou em conferência de imprensa, realizada esta terça-feira à tarde, que os serviços mínimos foram genericamente cumpridos”, fazendo um balanço globalmente positivo da requisição civil ontem decretada.

Apesar deste ponto da situação favorável, Matos Fernandes revelou que foram identificados 14 trabalhadores que não cumpriram a requisição civil, sendo que onze destes trabalhadores já foram notificados.

Os restantes três camionistas continuam por localizar.

O ministro do Ambiente e da Transição Energética revelou que a Guarda Nacional Republicana recebeu a informação de que houve três camionistas em falta em no distrito de Faro, quatro no distrito de Lisboa e mais três no distrito de Setúbal, todos eles invocando baixa médica.

Por seu turno, segundo este governante, houve mais um caso de um motorista faltoso comunicado à Polícia de Segurança Pública, sendo que há ainda mais três motoristas sem paradeiro conhecido neste momento.

Relacionadas

Algarve e aeroporto de Lisboa vão ter abastecimento noturno

Às 18 horas desta terça-feira, o aeroporto de Lisboa tinha uma capacidade de 54,5% para abastecimento de combustível aos aviões, enquanto o de Faro tinha esse patamar assegurado em 94%.

“Cobardes” e “traidores”. Motoristas revoltam-se com colegas que querem “agradar aos patrões”

“A nossa revolta é porque estes cobardes estão a fazer isto para agradar aos patrões. Isto nem se trata de cumprir os serviços mínimos”, afirmou à agência Lusa um dos motoristas em greve, que se encontrava mais exaltado.
Recomendadas

Ações da Cofina valorizam mais de 14%

A empresa de Paulo Fernandes viu levantada a suspensão das ações esta segunda-feira.

Vendas de Os Mosqueteiros sobem 10% em 2018 para 2,2 mil milhões de euros

As vendas de Os Mosqueteiros subiram 10% no ano passado, face a 2017, para 2,2 mil milhões de euros, anunciou esta segunda-feira o grupo, que prevê a abertura de “uma centena de novos pontos de venda” no mercado português.

Mercadona abre loja em Barcelos em setembro

Este é o primeiro supermercado da empresa espanhola no distrito de Braga. Até ao fim do ano, a empresa vai abrir mais uma loja neste distrito.
Comentários