Meia centena de empresas recrutam esta quarta-feirar na Iscte Business School

As maiores empresas a operar em Portugal estão hoje e amanhã na escola de negócios do ISCTE em Lisboa em busca de talento.

A 17ª edição do Iscte Business School Career Forum abre as suas portas esta quarta e quinta-feira (dias 12 e 13 de fevereiro) às empresas. Desenvolvida para promover a empregabilidade dos graduados,  a iniciativa dá a conhecer empresas e organizações e processos de recrutamento em diferentes áreas de negócio. Na prática, aproxima estudantes de empregadores de vários setores da economia e abre portas para muitos deles.

Este ano, os estudantes podem assistir a 50 apresentações de empresas e 13 workshops temáticos, que têm como objetivo prepará-los para os exigentes processos de recrutamento, que se seguem. Destaque também para a realização de ‘business breakfasts’, que juntam na mesma mesa recrutadores e os melhores estudantes e em que CEOs e presidentes vão falar de oportunidades e tendências em matéria de emprego. O Governo também marca presença através do secretário de Estado do Planeamento, José Gomes Mendes, esta quarta-feira.

Maria João Cortinhal, dean da Iscte Business School, enaltece o papel da feira de emprego no reforço da ligação entre a comunidade académica e o tecido empresarial. “É uma oportunidade única para docentes e estudantes estabelecerem uma ligação mais personalizada com as entidades empregadoras”.

Segundo dados da Iscte Business School, a escola apresenta uma taxa de empregabilidade de 99% para recém-licenciados um ano após a conclusão da licenciatura e de 99% um ano após a conclusão do mestrado.

 

Empresas que presentes no ISCTE

Accenture, ALDI, Altice, AMT Consulting, Auchan Retail Portugal, Banco Credibom, Banco de Portugal, BDO & Associados, BNP Paribas, Bose, Boston Consulting Group, Brisa, Calzedonia, CMVM, COCA-COLA European Partners, Cofidis, CTT, CUF, Decathlon, Deloitte, Discovery Hotel Management, EDP, EF Education First, Europcar, everis, EY, Fidelidade, Galp, Gefco, Gfi Portugal, Glintt, Grünenthal, Ageas, Grupo ETE, Grupo Jerónimo Martins, Grupo Nabeiro, HAYS, Henkel, Hipoges Iberia, Ignition Program, Ikea, Inditex, INOV Contacto, KPMG, Leroy Merlin, Lidl, L’Oréal Portugal, Mainsys, Makro Cash & Carry, Management Solutions, Mazars, Mercer e Nestlé.

 

Ler mais
Recomendadas

PremiumPedro Santa Clara abre escola digital de vanguarda

Na escola 42, não há professores, nem avaliação, mas as aulas são presenciais. Os alunos não pagam. O primeiro curso arranca em fevereiro de 2021 e as candidaturas já estão abertas. O Jornal Económico foi conhecê-la.

Ensino Superior destina 7% das vagas para emigrantes e familiares

O concurso nacional de acesso ao ensino superior, cuja primeira fase arranca a 7 de agosto, tem 3.599 vagas para emigrantes, disponibilizadas por 107 instituições em cerca de 5.000 cursos.

CDS-PP pede explicações ao Governo sobre abandono escolar: “Vai seguir as recomendações do Tribunal de Contas?”

O Tribunal de Contas diz que não é possível conhecer os reais números do abandono escolar em Portugal, devido a fragilidades no sistema de recolha de dados e de monitorização, lacunas que aconselha a resolver. A deputada Ana Rita Bessa quer ministro Brandão Rodrigues no Parlamento.
Comentários