Mercadona está a contratar. Veja aqui as vagas disponíveis

Este ano estão previstas duas aberturas no distrito de Aveiro, duas no distrito do Porto, a segunda loja no distrito de Braga, na cidade de Braga.

As próximas lojas na cadeia de supermercados da Mercadona já têm local, data de abertura e uma lista de vagas de emprego disponíveis.

De acordo com o site oficial da cadeia de supermercados, as próximas lojas vão abrir em Santo Tirso, no Porto a 29 de outubro e em Ovar, Aveiro a 21 de novembro, de acordo com o Dinheiro Vivo (DV), esta quarta-feira. E tanto uma, como outra, têm vagas de emprego por preencher. “Recrutamos para horário full-time e part-time para todas as secções do nosso supermercado: Talho, Charcutaria, Peixaria, Pastelaria e Padaria, Perfumaria, Caixas, Reposição, Fruta e Legumes, Pronto a Comer, Serviço ao domicílio, Limpeza, Carga e Descarga”, pode ler-se no site oficial da cadeia espanhola.

Em Portugal, a cadeia já dá emprego a cerca de 1100 colaboradores. Este ano, estão previstas aberturas no distrito de Aveiro, duas no distrito do Porto e a segunda loja no distrito de Braga, na cidade de Braga. Ao todo, em 2019 a cadeia deve abrir um total de 10 supermercados.

No mercado nacional, a cadeia poderá ter entre 150 a 200 lojas em Portugal nos próximos sete a oito anos. Só na região Norte a cadeia espanhola prevê abrir 70 supermercados

 

 

 

Ler mais
Recomendadas

Como poupar na utilização do carro

Escolha um modelo adaptado às suas necessidades. Não escolha um carro grande, se não precisa, pois consome até 50% mais combustível do que os modelos mais pequenos.

Já validou as faturas? Prazo termina amanhã

Cada contribuinte pode deduzir até 250 euros das despesas gerais. Para obter o benefício máximo, basta gastar 715 euros, facilmente atingíveis com os encargos da casa e da família. Em conjunto, um casal pode deduzir um máximo de 500 euros no seu IRS.

Segurança na Internet: Mais de metade dos portugueses não se sente devidamente informado

A dinâmica de fazer compras mudou muito nos últimos anos e já não é necessário sair de casa para ver, comparar e comprar produtos. No entanto, muitos consumidores carecem de literacia digital pelo que existem muitas questões quanto às melhores práticas, levando a graves problemas de segurança.
Comentários