Microsoft Portugal coloca tecnologia ao serviço das instituições sociais

Além da apresentação do estudo “Como está de IT?”, a iniciativa Tech For Good vai incluir demonstrações de case studies que visam ajudar as instituições a tirar partido da eficiência tecnológica e do potencial das soluções da Cloud, assim como sessões de esclarecimento sobre oportunidades e técnicas digitais assentes no Office 365 e Dynamics.

A Microsoft Portugal promove, em conjunto com a associação Entrajuda, o Tech 4 Good, uma iniciativa que pretende ajudar as instituições de solidariedade social a conhecerem as potencialidades das mais recentes tecnologias digitais para melhor desenvolverem a sua atividade.

No decorrer do Tech 4 Good será apresentado o estudo “Como está de IT?”, promovido pela Donate-IT em parceria com a Entrajuda, o Instituto Superior Técnico (IST) e Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade de Informação (APDSI), que analisa o ecossistema tecnológico das organizações sociais em Portugal com o objetivo de identificar desafios e melhorar a sua eficiência.

O estudo foi realizado no primeiro trimestre deste ano com cerca de 1.500 organizações de âmbito nacional. As conclusões revelam que o setor social reconhece a importância dos sistemas de informação para o desempenho da sua missão, com 45% dos inquiridos a atribuir-lhes a relevância de Muito Importante e 35% de Bastante Importante.

No entanto, 39% das organizações consideram-nos pouco adequados às suas necessidades atuais. A desmaterialização da informação e a falta de computadores são hoje algumas das maiores preocupações apontadas pelas instituições (68% e 60% respetivamente).

Esta ação de âmbito social decorre amanhã, dia 6 de junho, a partir das 10h00, na sede da Microsoft Portugal, no Parque das Nações. O evento contará com a presença de Paula Panarra, diretora-geral da Microsoft Portugal, Carla Pedro, membro do conselho do Portugal Inovação Social – do programa Portugal 2020, Isabel Jonet, Presidente do Banco Alimentar, entre outros.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Associação procura universitários que inovem o setor agroalimentar

A PortugalFoods anunciou esta segunda-feira que abriu as candidaturas para a quarta edição do prémio “Ecotrophelia Portugal”. A equipa vencedora recebe 2 mil euros e representa o país na competição europeia.

InnoEnergy procura startups para combater alterações climáticas e oferece 100 mil euros

A chamada decorre até meados de dezembro e destina-se a pequenas empresas ligadas à energia renovável, eficiência energética, aquecimento e mobilidade, que trabalhem em prol da descarbonização.

Inovadores do setor financeiro podem candidatar-se ao novo Portugal FinLab até janeiro

A segunda edição do programa dos três reguladores do setor financeiro já está a receber inscrições de startups. A plataforma visa facilitar a comunicação entre as partes e oferecer ao mercado uma visão integrada dos requisitos regulatórios necessários para a adoção de inovações tecnológicas financeiras.
Comentários