Microsoft supera estimativas e ‘salva’ o dia em Wall Street

A Microsoft apresentou os seus resultados trimestrais, que foram superiores ao que o mercado tinha antecipado. Resultado: o grupo conseguiu estancar a razia que o Nasdaq estava a sentir em Wall Street.

Os resultados da Microsft superaram as estimativas de Wall Street para as receita trimestrais, numa altura em que a empresa de software continuou a beneficiar de uma mudança global que colocou milhões de pessoas a trabalhar e aprender em casa.

Resultado: as ações da Microsoft subiram 1% para 215,40 dólares – o que, por outro lado, foi fundamental para ‘patrocinar’ a manutenção do índice tecnológico Nasdaq em terreno positivo no final do dia.

As mudanças para o teletrabalho aceleraram a adoção da computação baseada na ‘cloud’, beneficiando empresas como a Microsoft, mas também a Amazon.com a Google Cloud ou a Alphabet, que vão apresentar os seus resultados na próxima sexta-feira.

A Microsoft revelou que a receita em seu segmento ‘nuvem inteligente’ cresceu 20% para 13 mil milhões de dólares (11 mil milhões de euros) no primeiro trimestre. Os analistas esperavam receita de 12,7 mil milhões, segundo dados da consultora Refinitiv. A receita da sua divisão de computação pessoal, que inclui software Windows e consolas de jogos Xbox, aumentou 6%, para os 11,8 mil milhões de dólares (9,97 mil milhões de euros).

Assim, a receita da empresa aumentou 12% para 37,2 mil milhões de dólares (31,4 mil milhões de euros) no trimestre que encerrou em 30 de setembro, superando as estimativas dos analistas, que se quedavam pelos 35,72 mil milhões (30,19 mil milhões de euros).

Recomendadas

AHRESP afirma que Governo “comprometeu-se a anunciar medidas” em função das propostas efetuadas

Do lado do Governo, a associação sublinha que o ministro da Economia “comprometeu-se a anunciar publicamente muito em breve, com a presença dos parceiros sociais, as medidas que o governo vier a decidir em função das propostas apresentadas pelas associações presentes nesta reunião”.

Vendas de automóveis caem 23% em novembro e 35% num ano

Em Novembro de 2020 foram matriculados, pelos representantes legais de marca a operar em Portugal, 14.969 veículos automóveis, ou seja, menos 23,4% do que em igual mês do ano anterior.

5G: Deputados aprovam audição da Anacom e Autoridade da Concorrência sobre regulamento

Segundo confirmou à Lusa o vice-presidente da Comissão, Pedro Coimbra, foi apreciado e votado favoravelmente um requerimento apresentado pelo CDS-PP para audição da Anacom e da AdC “sobre o regulamento do leilão de 5G”. Ainda não está marcada a data.
Comentários