Miguel Maya diz que BCP é o “melhor banco digital” por causa “dos investimentos em talento e tecnologia”

BCP foi distinguido pela revista “Global Finance” como “Best Consumer Digital Bank” em Portugal, no âmbito dos seus “World’s Best Digital Bank Awards 2021”. O investimento no digital faz parte do plano estratégico do banco.

Miguel Maya
Miguel A. Lopes/Lusa

O Millennium bcp foi distinguido pela revista “Global Finance” como o melhor banco digital (Best Consumer Digital Bank) em Portugal, no âmbito dos seus “World’s Best Digital Bank Awards 2021”.

Além do galardão do melhor banco digital, o Millennium bcp também foi distinguido como o melhor banco em Segurança de Informação Corporativa e Gestão de Fraudes (Best in Corporate Information Security and Fraud Management), Marketing e Serviços nas Redes Sociais (Best Consumer Social Media Marketing and Services) e Crédito ao Consumo (Best in Consumer Lending) na Europa Ocidental em 2021.

Os bancos vencedores foram selecionados com base em critérios como “a força da estratégia para atrair e servir Clientes digitais; o sucesso em conseguir que os Clientes utilizem ofertas digitais; crescimento de Clientes digitais; variedade de ofertas de produtos; provas de benefícios tangíveis obtidos com iniciativas digitais;
e design e funcionalidade de sites web/móveis”.

“As distinções atribuídas pela Global Finance em quatro categorias – três das quais no âmbito de toda a Europa Ocidental – nomeadamente em banca digital, marketing digital, segurança de dados e crédito ao consumo –, constitui motivo de satisfação para todos os profissionais do Millennium bcp”, diz em comunicado o CEO do banco, Miguel Maya.

“Estes resultados são mais um relevante reconhecimento que os investimentos em talento e tecnologia que temos realizado nos permitem corresponder ao ambicionado pelos Clientes. Destaco também que estas distinções traduzem a preocupação que temos com o estabelecimento de uma relação simbiótica entre o atendimento personalizado que disponibilizamos nas Sucursais com a simplicidade e conveniência dos canais digitais (APP e portal Millenniumbcp), pois o sucesso que temos vindo a alcançar não seria possível sem o excecional contributo de todos os que no banco prestam serviço de atendimento presencial aos Clientes”, afirmou o CEO do Millennium bcp.

Miguel Maya que é um dos nomeados na categoria de melhor CEO na relação com os investidores da 33ª edição dos Investor Relations and Governance Awards (IRGAwards), uma iniciativa da Deloitte, disse em entrevista por e-mail ao Jornal Eco,  que a redução de quadros do banco “foi a decisão mais difícil que a comissão executiva teve de tomar”.

O Millennium bcp iniciou formalmente um procedimento de despedimento coletivo que abrange dez áreas/direções e um total de 62 trabalhadores.

Recomendadas

Fidelidade integra rede de seguradoras mundial Insurope Network

Em Portugal, num total de 8.463 subsidiárias de empresas internacionais, 567 são clientes Insurope.

António Horta-Osório dá apoio público ao CEO do Credit Suisse

Numa publicação suíça, a “SonntagsBlick”, citada pela Reuters, ‘chairman’ e CEO aparecem lado a lado a defender a nova estratégia do Crédito Suisse virada para um maior controlo de risco.

BCP avança com ‘roadshow’ para emissão de obrigações sustentáveis elegíveis para MREL

Segundo a Bloomberg, a emissão de dívida sénior preferencial será feita ao abrigo do Euro Note Program do banco. A dívida será emitida em breve e contará para os requisitos mínimos para fundos próprios e passivos elegíveis.
Comentários