Ministro do Ambiente: “Temos de repensar a ciência económica quando a queremos em prol do bem estar”

Na apresentação do “Planetiers World Gathering”, João Pedro Matos Fernandes defendeu que os processos para atingir a metas de desenvolvimento sustentável da ONU têm que ter componentes de negócio.

Cristina Bernardo

O ministro do Ambiente e da Transição Energética defendeu esta quarta-feira que, para concretizar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas é preciso associar-lhes uma perspetiva de negócio. “Temos de ter processos para os atingir, e esses processos têm componente de negócio”, explicou João Pedro Matos Fernandes.

Na apresentação do “Planetiers World Gathering”, o governante referiu que a economia tem de crescer numa base hipocarbónica e que o modelo económico atual, “cujo bem estar se baseia no excesso” deve passar a basear-se “na racionalidade da suficiência”.

“É uma pena que os economistas confundam a sua economia com a física. Não há match. Portanto temos de repensar a ciência económica quando a queremos em prol do nosso próprio bem estar, e esse é um processo complexo”, disse no discurso de lançamento deste novo evento sustentabilidade e investimento de impacto, que se realiza em Lisboa em abril de 2020.

Aplaudindo os bons exemplos a que assistiu na apresentação, João Pedro Matos Fernandes pediu que os casos de sucesso continuassem a sair das salas das conferências para chegarem de facto às pessoas. “Há uma coisa que me preocupa quando se fala nas alterações climáticas: ouvir a expectativa de quem aí vem é que vai resolver o problema. É aí que o mal começa. É esta mesma geração, mais novos ou mais velhos, que tem de assumir esta responsabilidade da mudança”, apelou o ministro. “As preocupações ambientais têm de deixar de ser preocupações de domingo à tarde”.

O “Planetiers World Gathering” realiza-se entre os dias 23 e 25 de abril de 2020, na Altice Arena. O ministro do Ambiente e da Transição Energética fez ainda referência à data e ao mote do encontro dizendo: “25 de Abril sempre carbono nunca mais”.

Recomendadas

‘Fatura do Ambiente’ revela que potencial de aquecimento global é maior que a atividade económica

O INE divulgou esta sexta-feira a análise de Contas das Emissões Atmosféricas para 2017 com resultados pouco animadores. O potencial de aquecimento global 6,9% aumentou 6,9%, mais 3,6% do que a atividade económica registadas no mesmo período.

Fim de semana terá chuva e descida das temperaturas

“Devido à passagem de uma superfície frontal fria, no domingo vamos ter chuva e uma descida da temperatura de 3 a 6 graus”, refere o IPMA.

Água nas barragens algarvias dá para abastecer região até final do ano

Empresa responsável pela gestão do sistema municipal do abastecimento de água nos 16 municípios da região indicou que não existem “zonas críticas” de abastecimento às populações, já que a estação elevatória reversível de Loulé permite a “transferência de água de barlavento para sotavento e vice-versa”.
Comentários