Ministros da Agricultura de 71 nações comprometem-se a apoiar entrada dos pequenos agricultores no comércio mundial

Um encontro em que Portugal esteve representado pela ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque.

O Global Forum for Food and Agriculture (GFFA) – 12.º Fórum Global para a Alimentação e Agricultura reuniu, a 18 de janeiro, em Berlim, 71 ministros da Agricultura de todo o Mundo, que emitiram um comunicado conjunto, no qual se comprometem a apoiar o livre comércio e a promover o acesso dos pequenos agricultores ao comércio internacional.

Segundo se pode ler no comunicado, aqueles governantes observam que, em muitos países, “a agricultura em pequena escala ainda é a principal fonte de alimentos. Pequenos agricultores, agricultores familiares e mulheres agricultoras, em particular, continuam a enfrentar graves dificuldades no acesso aos mercados”, por isso comprometem-se a “promover políticas que permitam a todos os agricultores participar no comércio. Estamos convencidos de que esse comércio pode ter um impacto positivo no empoderamento económico das mulheres”.

Pode continuar a ler o artigo aqui.

Recomendadas

Portugal tenta travar redução da quota de pesca de bacalhau

Ricardo Serrão Santos revelou esta terça-feira em audição parlamentar que as negociações entre a União Europeia e a Noruega já começaram. Se se confirmassem as intenções da Noruega, a quota permitida a Portugal de pesca de bacalhau no mar de Svalbard baixaria das atuais cerca de 2.500 toneladas anuais para cerca de 1.500 toneladas por ano, uma quebra de cerca de mil toneladas por ano.

Docapesca vai investir 1,2 milhões de euros no porto de pesca de Sesimbra

Em causa está a construção de dois edifícios independentes: o pavilhão da lota do cerco e o pavilhão da escolha e acondicionamento de pescado.

Conselho de Agricultura e Pescas da UE adota possibilidades de capturas em 2021

No que respeita às unidades partilhadas com o Reino Unido, o Conselho Europeu adotou igualmente uma solução provisória, tal como proposto pela Comissão, a fim de assegurar as possibilidades de pesca nas circunstâncias excecionais que rodeiam as negociações ainda em curso sobre as futuras relações entre a UE e o Reino Unido.
Comentários