MK Premium investe 1,8 milhões em dois edíficios em Lisboa e no Porto

“O objetivo da MK Premium é investir entre 5 e 7 milhões de euros no final deste ano, tanto em Lisboa como no Porto,” afirma Daniel Leiva, sócio-fundador da MK Premium.

A empresa espanhola de gestão de ativos imobiliários MK Premium adquiriu dois edifícios residenciais localizados na áreas ‘prime’ de Lisboa e Porto, anunciou a empresa esta segunda-feira, 17 de setembro.

Os dois imóveis foram adquiridos por um valor total de mais de 1,8 milhões de euros.

Em Lisboa, a empresa adquiriu um grande edifício residencial com três pisos e composto por um total de nove casas, entre 52 e 99 metros quadrados, com uma extensão de 836 metros quadrados (mais 946 metros quadrados terreno comum) perto do Bairro Alto.

Na cidade do Porto, a MK Premium chegou a acordo para a compra de uma propriedade de 163,5 metros quadrados, composta por três casas e dividida em três andares, na Rua João das Regras.

“O objetivo da MK Premium é investir entre 5 e 7 milhões de euros no final deste ano, tanto em Lisboa como no Porto. Por enquanto, adquirimos quatro edificios que representaram um investimento económico de três milhões de euros”, refere Daniel Leiva, sócio-fundador da MK Premium. Em cinco meses, a empresa adquiriu já quatro imóveis.

Localizada em Barcelona, a MK Premium pretende adquirir 80 ativos até ao final do ano e um investimento de cerca de 25 milhões de euros, entre as suas quatro localizações em Barcelona, ​​Madrid, Lisboa e Porto.

 

Ler mais
Recomendadas

Sonae Sierra poupou 25 milhões em 2018 com gestão sustentável

A empresa gestora de centros comerciais diz ter cumprido no ano passado 86% dos seus objetivos de sustentabilidade.

Câmara de Lisboa discute Regulamento Municipal do Alojamento Local na sexta-feira

De acordo com o regulamento, ao qual a agência Lusa teve acesso, são consideradas áreas de contenção absoluta “as zonas turísticas homogéneas que apresentem um rácio entre estabelecimentos de alojamento local e número de fogos de habitação permanente que seja superior a 20%”.

Preço das habitações já recuperaram impacto de 10 anos de inflação

O preço de venda das casas em Portugal aumentou 15,4% em dezembro de 2018, face a igual mês do ano anterior. No ano passado a subida dos preços das casas acabou por recuperar o efeito da inflação sentida desde 2008.
Comentários