MK Premium investe 1,8 milhões em dois edíficios em Lisboa e no Porto

“O objetivo da MK Premium é investir entre 5 e 7 milhões de euros no final deste ano, tanto em Lisboa como no Porto,” afirma Daniel Leiva, sócio-fundador da MK Premium.

A empresa espanhola de gestão de ativos imobiliários MK Premium adquiriu dois edifícios residenciais localizados na áreas ‘prime’ de Lisboa e Porto, anunciou a empresa esta segunda-feira, 17 de setembro.

Os dois imóveis foram adquiridos por um valor total de mais de 1,8 milhões de euros.

Em Lisboa, a empresa adquiriu um grande edifício residencial com três pisos e composto por um total de nove casas, entre 52 e 99 metros quadrados, com uma extensão de 836 metros quadrados (mais 946 metros quadrados terreno comum) perto do Bairro Alto.

Na cidade do Porto, a MK Premium chegou a acordo para a compra de uma propriedade de 163,5 metros quadrados, composta por três casas e dividida em três andares, na Rua João das Regras.

“O objetivo da MK Premium é investir entre 5 e 7 milhões de euros no final deste ano, tanto em Lisboa como no Porto. Por enquanto, adquirimos quatro edificios que representaram um investimento económico de três milhões de euros”, refere Daniel Leiva, sócio-fundador da MK Premium. Em cinco meses, a empresa adquiriu já quatro imóveis.

Localizada em Barcelona, a MK Premium pretende adquirir 80 ativos até ao final do ano e um investimento de cerca de 25 milhões de euros, entre as suas quatro localizações em Barcelona, ​​Madrid, Lisboa e Porto.

 

Ler mais
Recomendadas

Avaliação bancária às casas fixou-se nos 1.131 euros por metro quadrado em outubro

O valor mediano do metro quadrado cresceu três euros de setembro para outubro, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística divulgados esta sexta-feira. Madeira verificou o maior aumento dos valores atribuídos pela banca aos imóveis.

Alojamento local com quebras de faturação superiores a 75% no segundo trimestre

Esta é uma das conclusões do inquérito realizado a 868 titulares e gestores de AL do país, promovido pelo DINÂMIA’CET – Centro de Estudos sobre a Mudança Socioeconómica e o Território, do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa.

Estrangeiros responsáveis por 80% da procura por casas na Comporta

Investidores internacionais impulsionam imobiliário de luxo na Comporta. Procura deverá aumentar no próximo ano com a retoma do turismo a partir do segundo trimestre de 2021, estima a Engel & Völkers.
Comentários