Mobilidade. Redes registaram recorde de 145 mil carregamentos durante o mês de agosto

De acordo com os dados divulgados esta segunda-feira, pelo Ministério do Ambiente e Ação Climática (MAAC), esta crescimento é resultado de um “investimento público superior a 12 milhões de euros”

Agosto foi mês de recordes para a mobilidade elétrica tendo sido realizados cerca de 145 mil carregamentos na rede. Em janeiro, contabilizaram-se 86 mil.

De acordo com os dados divulgados esta segunda-feira, pelo Ministério do Ambiente e Ação Climática (MAAC), esta crescimento é resultado de um “investimento público superior a 12 milhões de euros que possibilitou o desenvolvimento da rede pública piloto de carregamento e criou o inovador sistema de acesso universal da mobilidade elétrica em Portugal”.

Durante o mesmo período, o consumo de energia em toda a rede cresceu 13%, face ao mês de julho, e duplicou, se comparado com o mesmo mês do ano passado. “Face ao período pré-pandemia, no qual se tinham registado os valores mais elevados, a subida verificada em agosto foi de 85% em relação ao mês de janeiro de 2020”, lê-se no comunicado.

A rede Mobi.E, com mais de 70 pontos de carregamento e 20 comercializadores de eletricidade para a mobilidade elétrica, tem vindo a crescer, quer em número de postos, quer no aumento da potência disponível. Segundo o Governo, esta rede disponibiliza agora 4.175 pontos de carregamento, distribuídos pelo território nacional, incluindo Açores e Madeira, dos quais cerca de 800 pontos são rápidos ou ultrarrápidos (>50 kW). No final de 2020, a rede contava com 3.076 pontos, cerca do dobro das tomadas instaladas no ano anterior e, em 2021, tem vindo a crescer a um ritmo médio de 31 novos pontos por semana.

Relacionadas

Carros elétricos. Portugal entre os países da União Europeia com mais carregadores

Segundo os dados da Associação Europeia de Construtores de Automóveis, Portugal tem cerca de 15 carregadores por 100 quilómetros, um valor que não se reflete no resto da União Europeia. Em 10 países da UE, um consumidor terá que percorrer 100 km até encontrar um carregador.

Procura por carros elétricos ou híbridos em segunda mão continua a crescer em Portugal

Cerca de 70% dos portugueses sente-se à vontade para adquirir um modelo elétrico ou híbrido usado, um valor igual aos resultados apurados nos Países Baixos e apenas ultrapassado por Itália e Espanha.

Fábrica da Siemens no Seixal vai produzir carregadores para autocarros eléctricos na Suíça

A equipa da fábrica de carregadores para veículos elétricos da Siemens, localizada em Corroios, no Seixal, vai produzir 45 unidades de carregamento para autocarros elétricos da cidade de Zurique, na Suíça.
Recomendadas

Ibersol avança com aumento de capital que propicia encaixe até 40 milhões

A empresa que detém a Pizza Hut, KFC, Taco Bell e Burger King anunciou um aumento de capital num montante máximo de 40 milhões de euros. A empresa quer ainda distribuir 20% dos lucros anuais consolidados.

Galp entra no solar no Brasil com a compra de dois projetos de 594 megawatts

A Galp vai entrar nas renováveis no Brasil. A empresa portuguesa acordou a aquisição de dois projetos solares, com uma capacidade total de 594 megawatts de potência.

Goldman Sachs vê EDP a fechar terceiro trimestre com lucros de 505 milhões

Resultados da elétrica nos primeiros nove meses do ano ficariam acima dos 420 milhões do período homólogo de 2020, estima a Goldman Sachs. Mas com o EBITDA a descer, para os 2,48 mil milhões de euros.
Comentários