Moratória privada para o crédito pessoal já terminou. E agora?

Com o fim desta medida, muitas famílias retomarão no mês de julho o pagamento das prestações dos créditos que estavam abrangidos por estas medidas.

Em junho terminou a moratória privada da APB  (Associação Portuguesa de Bancos) para os créditos pessoais. Tal significa que este mês, julho, muitas famílias retomarão o pagamento das prestações dos créditos que estavam abrangidos por estas medidas.

Contudo, para a maioria destas famílias as dificuldades financeiras mantém-se.

Se é um consumidor a passar por esta situação, saiba o que pode fazer em 3 passos:

1 – Faça o seu orçamento

Deve começar por fazer o seu orçamento mensal e reavaliar as suas despesas. Verifique o saldo mensal disponível e, caso seja necessário, reajuste ou elimine despesas.

2 – Fale com o seu banco sobre as dificuldades que está a enfrentar

Se o seu orçamento não lhe  permite fazer face às suas responsabilidades creditícias, contacte diretamente a instituição credora, expondo de forma clara as suas dificuldades.

Este contacto fará com que a instituição analise a sua situação, o integre no PARI (Plano de Ação para o Risco de Incumprimento), e, existindo viabilidade, terá de lhe apresentar  propostas de restruturação de contrato de crédito.

O conselho primeiro para quem está a atravessar esta crise é o de não deixar acumular as dívidas e procurar ajuda.

3 – Conte connosco. Peça a intervenção da DECO

A DECO presta apoio aos consumidores confrontados com dificuldades financeiras e concede aconselhamento e orientação na gestão das suas finanças pessoais. Saiba mais em gasdeco.net.

Conte com o apoio da DECO. Retomámos o atendimento presencial. Pode agendar a sua consulta através dos contactos: 213 710 200 ou email: deco@deco.pt. Visite o nosso site DECO.PT e siga-nos nas páginas de Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Recomendadas

Famílias com maiores rendimentos são as que mais aderem à economia circular

As margens orçamentais das famílias com maiores rendimentos permitem que seja possível incorporar uma economia circular nos consumos diários. Em contrapartida, os casais reformados e seniores solitários são os que se encontram mais distantes deste objetivo.

Vivenda com piscina ou ‘penthouse’. Quase oito em cada dez pessoas vão ao Idealista sonhar com casas de luxo

Segundo o portal de imobiliário, as mulheres são as que mais procuram por casas de luxo por entretenimento (52% dos inquiridos) em comparação aos homens (47%).

Automóveis elétricos poupam 30 a 40 euros face a carros a gasolina na mesma distância

A Selectra analisou o Tesla Model 3 e o Nissan Leaf e+, dois veículos elétricos mais comercializados em Portugal, percebendo o seu nível de poupança em comparação com um automóvel a gasolina. Foi analisado o gasto de combustível, a mesma distância percorrida e o custo do carregamento.
Comentários