Mota Engil: carteira de encomendas em Angola ultrapassa 800 milhões de euros

No entender da Mota Engil, este valor é “fruto da dinâmica económica do país e da perspetiva de lançamento de alguns projetos significativos de promoção pública e privada

Mario Proenca/Bloomberg

A Mota Engil estima que a sua carteira de encomendas em Angola “deverá ultrapassar os 800 milhões de euros”, de acordo com informação prestada esta quinta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários .

“Na sequência de informações veiculadas por alguns meios de comunicação social, a MOTA-ENGIL S.G.P.S., S.A. (“MOTA-ENGIL”) confirma que a sua carteira de encomendas em Angola deverá ultrapassar os 800 milhões de euros”, lê-se no comunicado.

No entender da Mota Engil, este valor é “fruto da dinâmica económica do país e da perspetiva de lançamento de alguns projetos significativos de promoção pública e privada” sendo que “o Grupo prevê ainda um crescimento da carteira de encomendas na ordem dos dois dígitos no decurso do exercício de 2019”.

Recomendadas

Construtoras portuguesas limitam empresas chinesas em Angola, diz Fitch

Entre as empresas portuguesas e brasileiras analisadas pela Fitch, a Mota Engil e a Odebrecht destacam-se, com a empresa portuguesa “a ter seis das sete principais obras no país, enquanto a Odebrecht representa 60% das maiores construções brasileiras em Angola”.

Reabilitação urbana em Portugal inverteu em abril tendência de crescimento

Segundo o barómetro mensal da AICCOPN para este segmento de atividade, “o nível de atividade das empresas contraiu-se 3,8%, variação que reflete, em grande medida, os constrangimentos resultantes das atuais condições operacionais das empresas.

Mota-Engil ganha novo contrato de 230 milhões de euros na Polónia

Esta adjudicação contempla a construção de um troço de cerca de 15,2 quilómetros na ‘S1 expressway Kosztowy – Bielsko-Biała. Section II’. Tem um pazo de execução de três anos.
Comentários