Mota Engil: carteira de encomendas em Angola ultrapassa 800 milhões de euros

No entender da Mota Engil, este valor é “fruto da dinâmica económica do país e da perspetiva de lançamento de alguns projetos significativos de promoção pública e privada

Mario Proenca/Bloomberg

A Mota Engil estima que a sua carteira de encomendas em Angola “deverá ultrapassar os 800 milhões de euros”, de acordo com informação prestada esta quinta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários .

“Na sequência de informações veiculadas por alguns meios de comunicação social, a MOTA-ENGIL S.G.P.S., S.A. (“MOTA-ENGIL”) confirma que a sua carteira de encomendas em Angola deverá ultrapassar os 800 milhões de euros”, lê-se no comunicado.

No entender da Mota Engil, este valor é “fruto da dinâmica económica do país e da perspetiva de lançamento de alguns projetos significativos de promoção pública e privada” sendo que “o Grupo prevê ainda um crescimento da carteira de encomendas na ordem dos dois dígitos no decurso do exercício de 2019”.

Recomendadas

Construtora Mota-Engil coloca uma emissão de 75 milhões em obrigações para os pequenos investidores

O pagamento da taxa de juro bruta é de 4,375%. A oferta pública de subscrição arranca na próxima segunda-feira, dia 14 de outubro e termina no dia 25 do mesmo mês.

Produção na construção registou variação homóloga de 2,9% no mês de agosto

Este ligeiro abrandamento foi determinado pelo segmento da engenharia civil que apresentou uma variação de 3,2%, 0,3 pontos percentuais inferior à observada no mês de julho.

Mota-Engil garante mais 327 milhões em Angola, Moçambique e Portugal

Já na passada segunda-feira, dia 7 de outubro, a Mota-Engil já havia anunciado um contrato firmado no valor de 122 milhões de euros no Brasil, elevando para 449 milhões de euros o valor dos contratos internacionais já revelados desde o início desta semana.
Comentários