Moto GP: Portimão recebe última prova da temporada de 2020

O Autódromo Internacional do Algarve vai receber a última corrida da época que vai ser realizada no fim de semana de 20 a 22 de novembro.

Portugal vai receber a última prova da temporada de 2020 do mundial de Moto GP. A informação é avançada pela “SIC Notícias” esta segunda-feira, 10 de agosto.

O Autódromo Internacional do Algarve vai receber a última corrida da época que vai ser realizada no fim de semana de 20 a 22 de novembro.

Recorde-se que a competição conta com o português Miguel Oliveira ao serviço da equipa KTM. No final do mês de julho, o jornal “O Jogo” já dava conta de que cidade algarvia poderia vir a receber uma das provas do circuito motorizado.

Jorge Viegas, presidente da Federação Internacional de Motociclismo, em declarações à “Agência Lusa”, confirmou que “Portimão é uma hipótese”, mas não adiantou se seria já no calendário de 2020. “O Autódromo Internacional do Algarve é circuito de reserva do Mundial de MotoGP nos anos de 2020 e 2021 e tem um pré-acordo para entrar no calendário em 2022”, recordou.

Relacionadas

Portimão pode receber campeonato de Moto GP um mês depois da Fórmula 1

Com o cancelamento das provas agendadas para Argentina, Tailândia e Malásia, a temporada do Moto GP ficou reduzida a 15 corridas, sendo que a última será disputada em solo europeu, havendo a possibilidade de ser em Portugal. Caso aconteça será a primeira vez que Miguel Oliveira, piloto português da equipa da KTM, competirá no seu país na categoria mais alta da prova rainha do motociclismo.
Recomendadas

Candidato à presidência do SL Benfica apresenta solução financeira em parceria com fintech portuguesa

Este financiamento adotado pela candidatura de Rui Gomes da Silva será efetuado “através das receitas geradas pela utilização de uma Carteira Digital não bancária, com acesso por parte dos sócios e adeptos do Benfica a um cartão visa pré-pago e a um leque de serviços inovadores”.

Governo italiano aprova público nos estádios até um terço da sua capacidade

Estádios como o San Siro, onde atuam o AC Milan e o Inter de Milão, poderão ter, à semelhança do Olímpico de Roma, uma lotação de até 25/26 mil pessoas.

“Jogo Económico”: “Benfica pagou 1,8 milhões a um jogador que causou rombo nas contas de 37,4 milhões”

O economista e ex-futebolista, Diogo Luís, fez às contas às perdas do SL Benfica na noite europeia de Salónica: aos 37,4 milhões de euros que as ‘águias’ iriam receber pela entrada na fase de grupos junta-se 1,8 milhões pagos aos jogador que selou a eliminação dos ‘encarnados’.
Comentários