Muçulmana de 13 anos impedida de jogar basquetebol no Algarve por recusar mostrar os braços

Fátima Habib, de Tavira, é a melhor jogadora da sua equipa e em três épocas nunca tinha sido impedida de participar por usar acessórios que tapem o seu corpo. Para acautelar estes casos, a Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) passou a permitir a partir de 2017 que as atletas usem acessórios que tapem a cabeça, braços e pernas, regras que se aplicam a Portugal.

Fatima Habib, tem 13 anos e é jogadora do Clube Basquetebol de Tavira. No domingo, foi impedida de participar num jogo oficial por recusar mostrar os braços, avança o Jornal de Notícias esta quarta-feira, 13 de novembro.

O seu treinador conta que em três épocas a jogadora, que professa a religião muçulmana, nunca tinha sido impedida de jogar por usar um lenço na cabeça, collants e camisola. Mas, no último jogo no fim de semana passado, a equipa de arbitragem constituída por mulheres terá optado por uma interpretação mais estrita das regras devido à presença de um observador, receando serem penalizadas, aponta o treinador André Pacheco.

Originária do Paquistão, Fátima Habib vive em Tavira há quase cinco anos com os seus pais, frequenta o 9º ano e está a poucos meses de conseguir a nacionalidade portuguesa. É descrita pelo seu treinador como a “melhor jogador da equipa”.

A Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB), através do presidente do Conselho de Arbitragem, António José Coelho, argumenta que “não há equipamentos para uma religião e para outra”, apontando que foi dito à jogadora para se “apresentar com o equipamento adequado, o que não aconteceu”.

No entanto, a Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) passou a permitir a partir de 2017 que as atletas usem acessórios que tapem a cabeça, braços e pernas, permitindo ao Irão disputar nesse ano o campeonato feminino de sub-16. Estas regras também se aplicam a Portugal.

Recomendadas

Mourinho explica porque viveu em hotel em Manchester: “Não queria lavar a roupa e não sei engomar”

“Tinha que lavar a roupa, e eu não quero. Não sei engomar. Tinha de cozinhar e depois as minhas refeições seriam sempre ovos mexidos com bacon porque é a única coisa que sei fazer”, disse o treinador português antes do embate entre o Tottenham e o seu antigo clube, o Manchester United.

Marcelo Rebelo de Sousa diz que é lógico condecorar Jorge Jesus

“Já verifiquei que todos os outros treinadores [José Mourinho e Manuel José] que venceram competições comparáveis àquela que venceu Jorge Jesus, todos foram condecorados, portanto é lógico que Jorge Jesus venha a ser também condecorado”, referiu o Presidente.

Lionel Messi vence a bola de ouro pela sexta vez

Eleito por seis vezes o melhor jogador do mundo, o argentino leva vantagem no confronto direto com o português e capital da seleção nacional, Cristiano Ronaldo.
Comentários