Mudar o sistema eleitoral

As eleições legislativas voltaram a destacar algumas limitações do sistema eleitoral português. Os eleitores do Porto e Lisboa têm mais direitos de representatividade do que os restantes portugueses, o que é injusto.

As eleições legislativas voltaram a destacar algumas limitações do sistema eleitoral português. O método de Hondt, utilizado para fazer a atribuição de mandatos, é alvo de críticas, mas é uma técnica que tem as suas virtudes. Facilita a obtenção de maiorias, o que num sistema parlamentar é útil, mas sem inviabilizar a representação de partidos de menor dimensão, como foi possível verificar no sábado.

Em Portugal, o problema coloca-se mais na efetiva igualdade entre os eleitores e, portanto, na dimensão dos círculos eleitorais. Um eleitor de um círculo que eleja poucos deputados verá certamente o seu voto ignorado se escolher um partido pequeno. Sabendo de antemão desse facto, é empurrado para o voto útil num partido maior, para evitar “anular” o seu voto. Nesse sentido, os eleitores do Porto e, sobretudo, de Lisboa têm mais direitos de representatividade do que os restantes portugueses. É injusto.

Sendo necessário que existam círculos locais para que haja uma representatividade e proximidade geográficas, seria interessante explorar uma solução mista com a criação de um novo círculo eleitoral nacional e dois boletins de voto. Os círculos eleitorais atuais iriam eleger muito menos deputados, aproximando-se na prática muito de círculos uninominais – que claramente iriam aumentar a responsabilidade dos deputados locais eleitos. E todos os votos contariam.

Recomendadas

BCP, Jerónimo Martins e Mota-Engil penalizam bolsa de Lisboa

O banco liderado por Miguel Maya perdeu 1,87%, negociando nos 0,21 euros por ação. A retalhista liderada por Pedro Soares dos Santos desvalorizou 1,75%, para 15,15 euros e a construtora cedeu 0,67%, para 2,07 euros.

Quer vender a sua casa rapidamente? Tenha atenção a estes quatro pontos

O BCE indica que os juros dos novos créditos de habitação estão abaixo de 1% e a Housefy sustenta que este é um “período historicamente favorável” para o financiamento. Quais são os truques para vender a sua habitação?

Confrontos em Hong Hong e receios sobre a guerra comercial abalam Wall Street

Os três principais índices abriram no ‘vermelho, invertendo os ganhos ligeiros registados no fecho da sessão de ontem. Depois das palavras de Donald Trump, os investidores aguardam agora o discurso de Jerome Powell, que intervirá no Comité Económico do Congresso às 16h00 e amanhã no Comité Bancário do Senado.
Comentários