PremiumNa era das fintechs digitais imediatas e quase gratuitas

Cada português ainda levanta 60 euros por semana, mas quer transferências digitais grátis.

Num país como Portugal, onde os levantamentos de dinheiro em caixas automáticas não devem cobrar comissões, onde cada português continua a fazer uma média de 1,7 levantamentos por semana, no montante médio de 60 euros, a SIBS vê-se confrontada com um novo desafio: ao fim de mais de três décadas a gerir uma rede com 11 mil caixas Multibanco – que no mundo inteiro é utilizada por 300 milhões de pessoas –, surge agora a era das transferências eletrónicas de muito baixo custo – senão nulo –, liderada pela tecnologia blockchain, onde as fintech quase todos os meses apresentam novos produtos.

Por outro lado, o hábito enraizado nos portugueses de manterem os levantamentos semanais de dinheiro físico não contribui para reduzir o potencial de crescimento das transferências eletrónicas, pois em 2018 a SIBS registou cerca de 3,4 biliões de transações, isto é, mais 10% que as registadas em 2017 – em bom rigor, este nível de transações transforma os 439 milhões de transações efetuadas pelo sistema da Via Verde numa verdadeira gota de água dentro de um oceano de transações eletrónicas.

Artigo publicado na edição semanal de 9 de agosto, de 2019, do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

WEBINAR: Uma conversa inadiável sobre Ecoliving. Coloque já as suas questões

No dia 2 de março estaremos em direto d’O Jornal Económico às 15h para uma conversa inadiável sobre Ecoliving. Este é um assunto que lhe suscita interesse mas tem algumas dúvidas? Não pode perder esta conversa!

Metade das empresas portuguesas têm presença nas redes sociais

Cerca de 50% das empresas portuguesas têm presença nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram ou YouTube, a mesma percentagem registada em toda a União Europeia (UE), segundo estatísticas hoje divulgadas pelo Eurostat.

Comissões arrecadadas pelos bancos subiram 40 milhões de euros e superaram 1.500 milhões em 2019

O parlamento debate esta quinta-feira 11 propostas de Bloco de Esquerda, PCP, PS, PAN e PSD sobre comissões bancárias, como limitar as comissões cobradas pelos bancos em meios de pagamento como MB Way, em declarações relacionadas com contratos de créditos e alterações unilaterais de contratos de crédito.
Comentários