“Não há como fugir da transformação digital”, diz Peter Villax da Associação das Empresas Familiares

O diretor da Microsoft, Joe Egan, deu o mote para uma discussão em português sobre a mudança no comércio tradicional. Presentes para a troca de ideia estiveram a Gelpeixe, Esporão, a Associação das Empresas Familiares, Siemens e a Oxy Capital.

Building The Future | DR

Com as novas modalidades tecnológicas, os negócios tradicionais têm de se modernizar com as ferramentas disponíveis. No evento ‘Building the Future’ promovido pela Microsoft no Pavilhão Carlos Lopes, Joe Egan (diretor de envolvimento de clientes e parceiros) subiu ao palco para apresentar o novo projeto da empresa liderada por Satya Nadella, Dynamics 365, que une numa única plataforma todas as transações necessárias para personalizar as soluções para os clientes e para as empresas optarem pela transformação digital.

O diretor da Microsoft, Joe Egan, deu o mote para uma discussão em português sobre a mudança no comércio tradicional. Presentes para a troca de ideia estiveram a Gelpeixe, representados por Lídia Tarré da terceira geração familiar, Esporão, com a presença de Sérgio Pereira, a Associação das Empresas Familiares e a Hovione, por Peter Villax, Siemens, com a presença de Miguel Paulo, e a Oxy Capital, com Miguel Lucas.

O grupo Esporão que produz vinho e azeite decidiu apostar na tecnologia, mesmo só realizando a recolha dos produtos uma vez por ano. Desta forma, o programador deslocado para o serviço consegue controlar todos os níveis de produção, fazendo a junção das diversas realidades que a empresa tem. Este foi um dos tópicos discutidos no grupo, uma vez que se trata de um negócio que não necessitaria do auxílio tecnológico.

Ainda durante a discussão, Peter Villax sustenta que “não há como fugir da transformação digital”, existindo a necessidade de “a abraçar com os pés e mãos e todos os valores”. O presidente do Conselho de Administração da Hovione afirma que os novos “sistemas têm de ser adotados rapidamente”, porque apesar de ainda existirem “empresas tradicionais resilientes perante a transformação” esta vai permitir melhorar a forma como se trabalha nestes mesmos negócios.

Por sua vez, o representante da Oxy Capital, Miguel Lucas, defende que é necessário “ter uma equipa que se vá formando”, como empresários e empreendedores, uma vez que a “esmagadora maioria da riqueza empresarial ser criada por pequenas e médias empresas”. Um dos exemplos exposto por Miguel Lucas foi o de Carlos Moreira da Silva que se tornou empresário aos 50 anos de idade ao apostar na Sonae Industria, tendo posteriormente criado a BA Vidro.

Quando foi dada a oportunidade de Lídia Tarré falar, esta explicou que ao fim de 40 anos de existência da empresa, sentiu a necessidade de apostar na tecnologia, tornando as operações da empresa familiar mais unidas. Ao encerrar a discussão, a empresária sublinhou que “um dos desafios atuais é termos de estar constantemente contactáveis”, utilizando várias plataformas para que as operações sejam concluídas com sucesso.

Ler mais
Relacionadas

Novo Banco: ‘Mobile’ já é o maior ponto de contacto com os clientes

Segundo os dados apresentados por João Dias, chief digital officer do Novo Banco, até junho de 2019, 42% das interações entre os clientes particulares e o Novo Banco foram realizados através do mobile, contra 39% dos pontos de contacto realizados através do ATM, num país tradicionalmente descrito como “ATM junky”.

Chief Storyteller da Microsoft: “Quando chego ao trabalho já fui bombardeado com 20GB de informação”

Na segunda edição do Building The Future, evento de tecnologia promovido pela Microsoft em Portugal, que arrancou na terça-feira, 28 de janeiro e termina esta quarta-feira, 29 de janeiro, o diretor do departamento de storyteller da Microsoft foi um dos oradores da sessão “Bridging the Physical and Digital World”, onde falou de como a arte de contar histórias aliada à inovação tecnológica contribui para a inovação tecnológica. O Jornal Económico falou com este “contador de histórias” profissional para perceber o que faz numa empresa como a Microsoft.

“Building The Future”. Partner da Bain diz que “serão as empresas” a ganhar com digitalização da economia

O partner  e director da consultora de origem norte-americana Bain & Company, João Soares, foi um foi um dos gestores presentes no Building The Future, evento de tecnologia promovido pela Microsoft, e afirmou que “mais do que setores, serão as empresas” as grandes beneficiárias da concretização da transição digital em Portugal.

“Building the Future”: Como a IA vai impulsionar os negócios

Responsáveis da Microsoft, EDP, Novartis, Administração Interna e SPMS explicam como a Inteligência Artificial irá mudar a forma de fazer negócios.

‘Building the Future’. Como as empresas estão a preparar a transição digital? Acompanhe o debate em direto

A segunda edição do evento Building the Future atrai ao Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, empresas, startups, incubadoras, investidores e investigadores. Quais as oportunidades disponibilizadas pelas tecnologias da informação? Veja o debate com Manuel Maria Correia, diretor-geral da DXC em Portugal e José Ferrari Careto, Chief Information Officer da EDP.

Península Ibérica terá até cinco milhões de veículos elétricos em 2030

A conferência “Building the Future”, da Microsoft, debateu em Lisboa o futuro da mobilidade elétrica, assumindo que durante os próximos dez anos os automóveis vão passar a ser “software com rodas”. O desenvolvimento das comunicações móveis 5G deverá criar um novo ecossistema de serviços que viabilizará a condução autónoma

Nuno Ferreira Pires, CEO da Sport TV: “Se os conteúdos estiveram dispersos custará mais dinheiro”

À margem do evento “Building The Future”, o gestor falou ao Jornal Económico sobre tecnologia, concorrência e o futuro da Sport TV.

Poder dos Media em debate: “O grande erro dos media foi o caminho para os conteúdos grátis”

O estado da comunicação social em Portugal esteve em debate esta terça-feira num dos maiores eventos de transformação digital do país, o Building The Future, promovido pela Microsoft.

“Building the Future”. Negócios e tecnologia precisam andar de “mão dada”

Responsáveis da Agência para a Modernização Administrativa, Farfetch, Moey e NOS explicam como administração pública e as empresas se preparam para interagir com as novas tecnologias.

Siza Vieira na edição 2020 do Building The Future

A iniciativa é liderada pela Microsoft, Altice, iMatch e Confederação Empresarial de Portugal (CIP).

PremiumMicrosoft reúne 840 empresas e startups em Lisboa

O “Building the Future” realiza-se a 28, 29 e 30 de janeiro. Mais de 30 CEO estarão sentados ‘ao volante’ de um Mini para fazer entrevistas de trabalho. “É para portugueses de Portugal”, afirma Vanda de Jesus, porta-voz da subsidiária nacional da Microsoft.
Recomendadas

Daniel Proença de Carvalho: “É evidente que há uma promiscuidade entre certos setores da justiça com alguns media”

“Devia haver coimas para quem violasse o segredo de justiça, independentemente da forma como foi obtida a informação”, vincou o antigo presidente da Uría Menéndez-Proença de Carvalho, que defendeu que “a mediatização” da Justiça é uma causa para a degradação da confiança que os portugueses depositam nesta função do Estado.

PremiumNazaré da Costa Cabral: “Reduzir a dívida pública é reforçar a soberania nacional”

Presidente do Conselho de Finanças Públicas, Nazaré da Costa Cabral, defendeu consolidação orçamental no encerramento da conferência.

PremiumRicardo Mourinho Félix: “A austeridade acabou, mas também a política pró-cíclica”

Iniciativa organizada pelo Jornal Económico e pela EY sobre o Orçamento do Estado para 2020 abordou relação entre os impostos pagos pelos portugueses e os serviços públicos de que usufruem.
Comentários