Nélson Veríssimo assume comando técnico do Benfica até ao fim da temporada

Nélson Veríssimo fica como treinador do Benfica até ao final da temporada, anunciou a SAD em comunicado enviado à CMVM.

Nélson Veríssimo irá assumir as funções de treinador do Benfica até ao final da temporada, depois da saída de Bruno Lages, desfazendo as dúvidas se o até aqui treinador-adjunto iria comandar a equipa nos quatro jogos que restam até ao fim do campeonato.

“A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248.o-A do Código dos Valores Mobiliários, que Nélson Alexandre da Silva Veríssimo assume, até ao final da presente temporada, as funções de treinador da equipa principal de futebol”, pode ler-se no comunicado enviado esta terça-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Nélson Veríssimo já tinha orientado a equipa no último jogo com o Boavista e será assim o treinador nos quatro jogos que restam para o fim do campeonato, além da final da taça de Portugal contra o FC Porto, agendada para 1 de agosto.

O Benfica formalizou no sábado a rescisão do contrato com o treinador Bruno Lage, técnico que colocou o lugar à disposição, depois da derrota por 2-0 na visita ao Marítimo.

Recomendadas

‘Champions’ em Lisboa. RB Leipzig: treinador mais jovem da Liga dos Campeões ‘dá asas’ à marca de 594 milhões

Desde a sua fundação, o clube viu-se envolvido em várias polémicas, tudo devido à sua ligação direta à Red Bull. A empresa de bebidas energéticas é a dona do clube, algo que não foi bem aceite na Alemanha onde tradicionalmente os sócios têm o poder de participar nas decisões dos clubes, devido à famosa regra ‘50+1’.

Turismo de Portugal lança campanha internacional para saudar ‘Champions League’

Esta campanha, designada ‘Portugal. Champios Everywhere’, abrange todo o período da competição, até 23 de agosto, nos meios digitais e redes sociais, representando um investimento de cerca de 150 mil euros”.

Dos 549 milhões para o PIB aos 150 milhões em impostos. Quanto pesa a indústria do futebol em Portugal? Veja o “Jogo Económico”

A nova edição do Anuário do Futebol Profissional Português, uma parceria entre a Liga Portugal e a EY, regista o contributo total desta indústria para o PIB português, as receitas geradas pelas 32 SAD e os impostos arrecadados pelo Estado português a partir do futebol.
Comentários