Nem todas as compras de regresso às aulas entram nas despesas de educação. Sabe porquê?

Que NIF devo colocar nas faturas das compras de regresso às aulas: o meu ou do meu filho? E será que todas as despesas que fizer para o regresso às aulas entram nas despesas de educação? Tire estas e outras dúvidas com João Raposo, fundador e administrador do Grupo Reorganiza.

Relacionadas

Calendário escolar 2019/2020: Estas são as datas a reter

Conheça aqui as datas dos três períodos escolares, as respetivas férias e as datas dos exames nacionais e de fim de ciclo, bem como as datas das provas de aferição

Comparar preços é essencial. Como preparar uma ida às compras de regresso às aulas

É essencial ter uma lista e ser fiel a esse método. Os estímulos para o consumo são muito fortes e os filhos são os nossos grandes influenciadores numa ida às compras. No entanto, não há qualquer problema em dizer que não é possível comprar aquele bem. Siga estas e outras dicas de João Raposo, fundador e administrador do Grupo Reorganiza.

Não gaste dinheiro desnecessariamente. Siga as dicas de poupança para o regresso às aulas

Esta é uma época em que os alunos querem ter lápis e cadernos novos mas antes de ir às compras, deve ver primeiro o que tem lá em casa para não gastar dinheiro desnecessariamente. Siga estas e outras dicas de João Raposo, fundador e administrador do Grupo Reorganiza.
Recomendadas

WiZink lança Unido, a primeira app em Portugal aberta a todos utilizadores

A app gratuita funciona de forma independente, está aberta e disponível para todos os utilizadores, independentemente das entidades financeiras em que sejam clientes.

Sabia que é possível resolver conflitos de consumo através da internet?

Encomendar produtos em sites com sede em qualquer ponto da Europa já não é uma compra sem rede. A plataforma RLL, um sítio interativo, gratuito, acessível em todas as línguas oficiais do espaço europeu, gerida pelo Centro Europeu do Consumidor, pode apoiá-lo em caso de conflito.

Recebeu um SMS em nome do Montepio? Cuidado que pode ser fraudulento

O utilizador recebe uma mensagem a indicar que “por questões de segurança o utilizador foi desativado”. De seguida é fornecido um link que encaminhará o utilizador para uma página falsa que provavelmente irá tentar recolher dados do utilizador ou possivelmente instalar malware. Se recebeu este SMS, ignore. Montepio alerta para “tentativa de fraude”.
Comentários