Nestlé lança em Portugal café Starbucks para consumir em casa

Este é o primeiro lançamento de produto em conjunto desde que as duas empresas uniram forças formalmente em agosto passado, criando uma aliança de café a nível global.

A Nestlé lançou hoje, dia 10 de setembro, em Portugal uma nova gama de produtos de café da marca Starbucks para o lar, estando estes produtos já disponíveis no mercado nacional, nos hiper e supermercados portugueses.

Segundo um comunicado conjunto das duas multinacionais, “a nova gama consiste em 14 produtos, incluindo café em grão, bem como as primeiras cápsulas Starbucks de sempre, desenvolvidas usando as marcas e tecnologia dos sistemas Nespresso, Nescafé e Dolce Gusto”.

“Este é o primeiro lançamento de produto em conjunto desde que as duas empresas uniram forças formalmente em agosto passado, criando uma aliança de café a nível global”, adianta o referido comunicado.

“Estamos muito satisfeitos por podermos oferecer o café ‘premium’ Starbucks e de elevada qualidade para os consumidores apreciarem nas suas casas, através dos nossos sistemas Nescafé, Dolce Gusto e Nespresso, e também de café torrado. Com o café torrado queremos trazer para os lares portugueses as últimas tendências das ‘coffee shops’, muitas delas desenvolvidas pela Starbucks”, realçou Teresa Mendes, diretora do negócio de Cafés Retalho da Nestlé, no evento de lançamento desta gama, que decorreu hoje no espaço ‘O Clube’, em Monsanto, Lisboa.

A Nestlé e a Starbucks sublinham que “a nova gama de produtos inclui uma variedade de ‘blends’ icónicos Starbucks, de cafés de origem única, bem como uma seleção das bebidas clássicas da marca, como o ‘Caramel Macchiato’ e o ‘Cappuccino'”.

“Todos os produtos são feitos com grãos de café de alta qualidade 100% arábica, de produção ética e sustentável, originários das melhores regiões produtoras de café”, asseguram as duas empresas, acrescentando que “através desta aliança global de café, a Nestlé tem os direitos perpétuos de comercialização dos produtos de café Starbucks embalados para o consumidor em todo o mundo, fora dos estabelecimentos Starbucks”.

O comunicado em questão salienta ainda que “este acordo vai consolidar a posição de liderança da Nestlé no mercado de café no lar em Portugal, reforçando o seu portefólio de grandes marcas globais, como Nescafé, Nescafé Dolce Gusto e Nespresso, assim como de icónicas marcas portuguesas Sical e Buondi”.

A lista de ‘blends’ ‘Starbucks at Home’ disponíveis em Portugal são, na vertente de café em grão o ‘Blonde Espresso Roast’ e ‘Pike Place Roast’.

No segmento de cafés ‘Starbucks by Nespresso’ pode-se optar entre o ‘Blonde Roast’, ‘House Blend’, ‘Espresso Roast’ e ‘Espresso Decaf’

Na gama de cafés ‘Starbucks by NESCAFÉ Dolce Gusto’, estão disponíveis o ‘Blonde Roast’, ‘Single-Origin Colombia’, ‘Espresso Roast’, ‘Caramel Macchiato’ e ‘Capuccino’.

A Nestlé afirma-se como a maior companhia mundial de alimentação e bebidas e está presente em 189 países em todo o mundo, com um total de 323 mil colaboradores, tendo sido fundada em Vevey, na Suíça, há mais de 150 anos.

Em Portugal, a Nestlé está presente desde 1923 e tem atualmente 2.066 Colaboradores, tendo gerado em 2018 um volume de negócios de 500 milhões de euros.

Conta atualmente com duas fábricas (Porto e Avanca), um centro de distribuição (Avanca) e cinco delegações comerciais espalhadas pelo Continente e pelas ilhas.

Por seu turno, a ‘Starbucks at Home’ é lançada em Portugal em setembro de 2019, sendo a primeira gama apresentada no seguimento da parceria entre a Nestlé e a Starbucks.

A marca, que já estava presente em Portugal com as ‘coffee shops’, passa agora a estar disponível com produtos para consumo no lar.

Ler mais
Relacionadas

PremiumFábrica da Nestlé Portugal exporta café da Starbucks para todo o mundo

A fábrica de São Mamede de Infesta foi uma das duas selecionadas a nível mundial para concretizar a aliança entre estes dois gigantes. A nova linha vai valer 27% da produção de café já em 2020.
Recomendadas

Vinhos de Lisboa prevê recorde de vendas de 60 milhões de garrafas em 2019

Este recorde deverá ser conseguido devido a um crescimento mensal de cerca de 20% ao longo deste ano.

Alentejo “rejuvenesceu” e “profissionalizou” setor dos vinhos, garante comissão regional

Em 2018, o Alentejo produziu 107 milhões de litros de vinho. A ambição é ser reconhecido a nível mundial.

35 produtores nacionais de vinho à conquista de Xangai

A delegação portuguesa é a sétima maior no evento e conta com produtores de todas as regiões do país.
Comentários