Noesis pretende contratar 100 colaboradores em 2020

A empresa vai recrutar developers, tech leads, project managers, business analysts, testers, DevOps e infrastructure specialists.

A Noesis anunciou que pretende integrar nas suas equipas entre 80 a 100 talentos, ao longo de 2020 de forma a  responder aos desafios colocados pelos clientes e continuar a crescer no mercado nacional e internacional.

A consultora, que celebra este ano 25 anos de actividade, aposta na valorização contínua da sua equipa e conta, actualmente, a Noesis conta com 860 colaboradores nos seus sete escritórios (Lisboa, Porto, Coimbra, Rio de Janeiro, Boston, Dublin e Roterdão).

A empresa prevê assim aumentar a sua equipa com perfis de developers, tech leads, project managers, business analysts, testers, DevOps e infrastructure specialists. Os candidatos devem ter um forte espírito de equipa, serem flexíveis, curiosos e audazes, movidos pela inovação e dispostos a aceitar desafios internacionais, para integrarem temporariamente os projectos da consultora fora do país.

Alexandre Rosa, CEO da Noesis, explica a estratégia da empresa: «Com as pessoas como um dos pontos-chave na organização, sabemos que a política de recursos humanos é decisiva para o sucesso das equipas, parcerias e projectos. Gostamos de dizer que o nosso sucesso é o sucesso de cada um dos nossos talentos e que são eles que escrevem a história da Noesis diariamente».

O responsável acrescenta de forma a consultora apoia os seus colaboradores: «A cultura organizacional está orientada para o crescimento das competências dos nossos talentos de forma a que se sintam realizados e acompanhados, é outro dos grandes pilares da nossa estratégia. Procuramos que as nossas pessoas participem activamente na vida da organização, movidas pela audácia e pelo conhecimento, de forma a que possam evoluir e contribuir para a evolução de todos os colegas e da marca Noesis».

PCGuia
Ler mais
Recomendadas

Produção industrial em Itália cai 2,4% em fevereiro

Em termos homólogos, a produção industrial subiu em bens de capital (1,4%) e baixou a de bens de consumo (3%), a de bens intermédios (2,3%) e a de energia (0,6%).

Mais de 10 mil pessoas protegidas pelo seguro Covid-19 da Tranquilidade/Generali

O produto destina-se a empresas que pretendem proteger os trabalhadores, sobretudo as que continuam em atividade nos seus edifícios e o risco de infeção é superior. Lançado há 10 dias, foi desenvolvido em parceria com a AdvanceCare e garante um subsídio diário de 100 euros por cada dia de hospitalização por esta doença.

Executivo ultima propostas para apoiar os media, mas falta consenso no setor

Media vão receber apoios estatais para enfrentar crise gerada pela pandemia da Covid-19. Governo anuncia apoios “em breve”.
Comentários