Nokia pretende poupar 700 milhões de euros por ano até 2020

Empresa deu início a um novo plano de redução de custos depois dos resultados do terceiro trimestre da fabricante de equipamentos de telecomunicações finlandesa não terem atingido as expetativas.

A Nokia informou que pretende economizar 700 milhões de euros por ano até 2020, como parte da mais recente reorganização da empresa, que vai incluir cortes substanciais de empregos, segundo revela o “Financial Times”. A fabricante de equipamentos  de telecomunicações vai ainda criar uma nova unidade “empresarial”, liderada pela sua diretora de estratégia Kathrin Buvac.

A Nokia já reduziu os custos como parte da sua aquisição e integração na Alcatel-Lucent. O plano mais recente vai custar ao grupo finlandês 900 milhões de euros, sendo necessário para a empresa atingir as suas metas de lucro de longo prazo, segundo o chefe-executivo Rajeev Suri.

“Estes são passos importantes que nos dão mais confiança na nossa capacidade de cumprir os nossos compromissos financeiros para 2020”, referiu.

Embora a receita tenha subido acima do esperado, em 5.5 mil milhões de euros, o trimestre acabou em perda no desempenho da margem de lucro. O lucro líquido da Nokia foi de 309 milhões de euros.

Recomendadas

Estabelecimentos na zona de Santos vão encerrar três horas mais cedo

Os empresários da zona de Santos, em Lisboa, vão encerrar os estabelecimentos às 23 horas, entre quinta-feira e domingo, de modo a controlar os ajuntamentos noturnos, informou esta quarta-feira à Lusa o presidente a Junta de Freguesia da Estrela.

Empresários esperam que Governo “finalmente” reabra discotecas (com áudio)

A Associação de Discotecas Nacional (ADN) espera que esta quinta-feira seja o dia “D de decisões e o D de discotecas finalmente abertas”.

TAP já está de olhos postos nos voos para o Brasil, EUA e Canadá para o próximo inverno (com áudio)

A companhia prevê 941 voos por semana durante o período entre outubro e março, mais 91 face à oferta atual.
Comentários