Nova ronda de financiamento europeu. DIVA tem 1,38 milhões para PME

Este projeto europeu, com candidaturas abertas de 26 de novembro próximo a 31 de janeiro de 2020, já apoiou 21 Pequenas e Médias Empresas (PME) portuguesas desde 2018.

As empresas portuguesas, espanholas, francesas, gregas, italianas e irlandesas que submetam projetos de base tecnológica, inovadores, com aplicação nos setores agroalimentar, ambiente e floresta, têm ao seu dispor 1,38 milhões de euros, através do projeto europeu DIVA (boosting innovative Digitech Value chains for Agrofood, forestry and environment), financiado pelo programa de investigação e inovação da União Europeia H2020 INNOSUP.

Em Portugal, a coordenação deste projeto está a cargo do INESC TEC – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência e da INOVISA (criada em 2005 pelo Instituto Superior de Agronomia com intuito de apoiar os docentes, investigadores e alunos a criarem o seu projeto empresarial).

Os promotores do projeto avançam agora que as candidaturas estão abertas entre 26 de novembro de 2019 e 31 de janeiro de 2020 no website do projeto: https://www.projectdiva.eu/funding-calls/, podendo candidatar-se Pequenas e Médias Empresas (PME), incluindo empresas jovens e startups, desde que legalmente constituídas e estabelecidas num dos seis países em questão. Os projetos podem ser individuais ou em consórcio e devem ser liderados por uma empresa.

Concretamente sobre o apoio financeiro, este concretiza-se através de várias tipologias de vales: “maturação”, no valor de 10 mil euros, para apoiar provas de conceito; “demonstração para apoiar o desenvolvimento de demonstradores em ambiente real”, com o valor de 25 mil euros para pequena demonstração e 60 mil euros para grande demonstração; e vales de internacionalização no valor de 30 mil euros para apoiar o desenvolvimento de estratégias de internacionalização.

Recorde-se que, na primeira edição do programa, o projeto recebeu 147 candidaturas do programa, das quais 66 receberam vales no valor total de 1,320 milhões de euros. Dessas 66, 10 candidaturas foram portuguesas, representando 21 PME, que receberam quatro vales de maturação, cinco de demonstração e um de internacionalização.

 

Ler mais
Recomendadas

Falhas na rede móvel da NOS solucionadas. Operador vai averiguar “grave incidente”

A operadora admitiu que falha na rede “provocou interrupção do serviço de voz e dados”, “com impacto em clientes em algumas zonas do país”. Fonte oficial da NOS explicou ao JE que entre o reporte das falhas e a sua resolução passaram “apenas” duas horas e que os planos de contingência foram prontamente ativados e bem sucedidos.

Miguel Maya: “BCP já tem cinco mil operações por dia feitas por robôs”

“O BCP aprendeu com os erros do passado”, reconheceu o banqueiro. Miguel Maya disse que era preciso a tecnologia com a relação humana já que “a tecnologia é para servir a relação”, referiu.

Quatro azeites portugueses entre os 100 melhores do mundo

Três dos azeites portugueses premiados têm preços abaixos dos seis euros, com o quarto a custar dez euros.
Comentários