PremiumNovo Banco tem três propostas de compra para a Herdade do Pinheirinho

O Novo Banco já recebeu, pelo menos, três propostas não vinculativas para a Herdade do Pinheirinho. Entretanto o prazo para a entrega das propostas vinculativas para o “Nata 2” passou para dia 12.

O Novo Banco já recebeu três propostas não vinculativas (non-binding offers) para a compra da Herdade do Pinheirinho, sabe o Jornal Económico. Esses três candidatos já assinaram o Non-Disclosure Agreement (acordo de confidencialidade que é condição para dar acesso à informação detalhada). Mas há pelo menos mais um interessado, o empresário brasileiro Ricardo Bellino, em parceria com o grupo Ralph Lauren, que assumiu recentemente o interesse em declarações à revista Visão.

Apesar da apresentação de propostas estar vinculada a um acordo de confidencialidade, o empresário brasileiro Ricardo Bellino, em parceria com o grupo Ralph Lauren, anunciou à Visão que está na corrida à compra do Pinheirinho, com uma proposta cujo investimento ronda os 100 milhões de euros. O empresário brasileiro explicou que o projeto imobiliário teria três focos: golfe, equitação e cultura.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Grandes devedores à banca. Veja aqui a lista entregue pelo Banco de Portugal

Esta é a lista agregada dos grandes devedores dos bancos que recorreram a ajuda pública, informação em que não consta o nome dos clientes incumpridores.

BPI realça que dívida grega explica 80% das perdas de 2011. Grandes devedores representam 100 milhões de euros

“Como decorre da informação hoje publicada pelo Banco de Portugal, além das perdas em dívida grega, o BPI apresenta apenas na lista de grandes devedores nove situações adicionais, que atingem em conjunto o valor de 100 milhões de euros”, esclarece o BPI.

Governo escreve ‘cartão-missão’ à CGD e pede “gestão de risco adequada”

“Rendibilidade das operações, associada a uma gestão de risco adequada, e por uma rede de serviços financeiros abrangente”. Governo define prioridades do banco público em ‘carta missão’ onde elogia a administração de Paulo Macedo.
Comentários