‘Número 3’ do grupo El Corte Inglés demite-se por desavenças com a presidente

No centro dos desentendimentos entre o demissionário, Jesús Nuño de la Rosa, e a presidente executiva, Marta Álvarez, está o incumprimento do El Corte Inglés não ter cumprido os planos estratégicos delienados em 2018, como a reestruturação e a profissionalização do grupo espanhol.

Chegou a ser o ‘número 1’ do l El Corte Inglés, mas abandonou hoje todos os cargos que tinha no grupo empresarial espanhol. Jesús Nuño de la Rosa era atualmente conselheiro executivo e liderava diversas filiais do El Corte Ingés, nomeadamente os segmentos de negócios das viagens, de crédito e informática, mas não resistiu aos conflitos que tinha com Marta Álvarez, presidente executiva e maior acionista do grupo espanhol, noticia o “El Economista“.

O El Corte Inglés comunicou ao mercado ter-se tratado de uma saída voluntária que se deu depois de um acordo entre Jesús Nuño de la Rosa e Marta Álvarez.

Mas a publicação espanhola relata que as discórdias entre os dois surgiram porque o grupo cumpriu com os planos de profissionalizar o grupo nem executou a reestruturação, que pressuponha a venda de cerca de duas dezenas de centros comerciais.

Estes planos tinham sido delineados em agosto de 2018, depois de Marta Álvarez, juntamente com a sua irmã Cristina, terem forçado a saída da presidência executiva do primo, Dimas Gimeno. Sucedeu-lhe Jesús Nuño de la Rosa durante menos de um ano, tendo sido substituído por Marta Álvarez em junho de 2019.

 

Relacionadas

Construção do El Corte Inglès gera indignação no Porto

Caso a empresa espanhola instale nestes terrenos o centro comercial isso teria como consequência a “destruição deste valiosíssimo património”, lamentam.

El Corte Inglés bate recorde de vendas em Portugal com 506 milhões de euros em 2018

Filial portuguesa do El Corte Inglés registou uma melhoria geral nos indicadores, obtendo lucros de 29 milhões de euros. Marcas próprias de roupa feminina e novos espaços dedicados a marcas internacionais de prestígio contribuíram para os bons resultados.
Recomendadas

CEO da RealFevr: “Temos 60 mil pessoas por semana a jogar na nossa plataforma”

Fred Antunes, CEO da RealFevr, plataforma de ‘fantasy leagues’, esteve na última edição do “Mercados em Ação” e referiu que com 250 mil utilizadores ativos e 60 mil pessoas a jogar semanalmente, “não faz sentido que a plataforma não evolua para o deliver de conteúdos”.

Fred Antunes, CEO da RealFevr: “Queremos ser um marketplace de fantasy leagues”

Fred Antunes, CEO da RealFevr, plataforma de ‘fantasy leagues’, antecipa os próximos passos da plataforma: “a integração do cross sell dentro da plataforma é a evolução do que queremos ser, ou seja, um marketplace de fantasy leagues.

Prémios ‘Grandes Escolhas’ elegeram os melhores vinhos nacionais de 2019

A entrega destes 30 prémios decorreu, num jantar em Sangalhos, Anadia, numa cerimónia que pretendeu reconhecer os grandes protagonistas do mundo da enologia e da gastronomia nacionais.
Comentários