Número de desempregados inscritos nos centros de emprego caiu 18% em setembro

IEFP registou uma subida do desemprego de 0,2%, isto é, mais 788 inscritos comparando com o mês anterior.

Hugo Correia/Reuters

O número de desempregados registado nos Serviços de Emprego do Continente e Regiões Autónomas em setembro diminuiu 17,5% face ao mês homólogo do ano passado, fixando-se em 338 935 pessoas, segundo os dados publicados esta segunda-feira pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

“Para a diminuição do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2017, contribuíram todos os grupos do ficheiro de desempregados, com destaque para os homens, os adultos com idades iguais ou superiores a 25 anos, os inscritos há um ano ou mais, os que procuravam novo emprego e os que possuem como habilitação escolar o primeiro ciclo básico”, explica o IEFP.

Deste número, 68,2% representam um total de 497 153 pedidos de emprego. A nível regional, comparando com o mês de setembro de 2017, o desemprego registado diminuiu em todas as regiões do País, nomeadamente o Norte (-19,3%) e Alentejo (-19,6%).

Já face ao mês de agosto, registou-se uma subida de 0,2%, isto é, mais 788 inscritos.

Por outro lado, as ofertas de emprego recebidas em agosto totalizaram 12.064 em todo o País, um aumento de 0,6% face ao mês homólogo de 2017 e 15% comparando com o mês anterior. A contribuir para esta subida estiveram as ofertas de emprego das atividades imobiliárias, administrativas e dos serviços de apoio e de alojamento, restauração e similares.

Relacionadas

Desemprego registado cai para mínimo de 16 anos

O total de desempregados registados em julho no país foi inferior em 20,6% ao do mesmo mês de 2017, havendo menos 85,7 mil inscrições.

Está desempregado? Conheça os seus direitos e deveres

Ainda que as notícias sejam boas (e que o número de desempregados inscritos nos centros de emprego tenham caído para mínimos de quase 16 anos), ainda há milhares de portugueses que procuram emprego. A pensar nestes cidadãos, o Economize reuniu alguns dos direitos e deveres que, para o Instituto do Emprego e Formação Profissional, um desemprego deve ter/cumprir.
Recomendadas

PremiumPortugal atinge recorde de 24 milhões de turistas em 2019

Presidente do Turismo de Portugal acredita que o crescimento verificado no final do primeiro semestre se irá manter na segunda metade do ano.

Tem carro a gasóleo? Vem aí novo aumento na próxima semana

Já a gasolina vai sofrer uma descida pela segunda semana consecutiva.

PremiumIndústria 4.0: Aposta na formação é essencial para futuro da economia

Em janeiro deste ano a CIP publicou um estudo, elaborado pela McKinsey Global Institute e pela Nova School of Business and Economics, que apontou que a robotização e automação de alguns setores da economia poderão extinguir 1,1 milhões de postos de trabalho na próxima década.
Comentários