O estado da arte do recrutamento em outsourcing

O grande desafio neste tipo de projetos é responder às necessidades no mais curto espaço de tempo.

Quando falamos em outsourcing estamos, primordialmente, perante projetos de contratação em volume que obrigam à alocação de recursos específicos que farão face às necessidades, da mais diversa ordem, de um cliente. O grande desafio neste tipo de projetos é responder às necessidades no mais curto espaço de tempo, não descurando, em tempo algum, a qualidade dos perfis apresentados.

Uma área de outsourcing terá, numa primeira fase, de avaliar as posições profissionais a contratar e o número vagas a preencher. Só com essa informação será possível adequar a equipa ao projeto em mãos (caso esta já não esteja criada e operacional nas mais diversas áreas profissionais). Esta adaptação passa por constituir uma equipa que terá a experiência necessária nas áreas a contratar e terá o número de pessoas suficiente para responder no prazo certo e com o número de candidatos suficiente.

Assim, uma área que se dedique a projetos de grande volume terá, idealmente, de ser composta por consultores especializados das áreas que são procuradas. Estas acabam por ser bastante transversais aos vários projetos já desenvolvidos, são áreas como Tecnologias de Informação, Comercial, Financeira, Recursos Humanos e Procurement, entre outras.

A gestão de um processo de recrutamento de grande volume envolve um contínuo contacto com o cliente, que poderá durar meses, contudo, sendo bem-sucedido, poderá levar a um grande ganho por parte do cliente, tanto em termos financeiros, como em termos temporais.

O objetivo primordial num regime de contratação deste tipo é, essencialmente, constituir uma estrutura completa e pronta a desenvolver o negócio, no mais curto espaço de tempo e com valores mais competitivos. E é, de facto, exequível para uma empresa de recrutamento tornar-se competitiva, quando perspetiva contratações de 300 ou 400 pessoas. A chave está em conseguir os perfis certos, na hora certa.

Poder-se-á dizer que parte do trabalho deverá, sempre, estar feito de antemão. Constituir uma sólida base de dados com perfis adequados às funções que, tendencialmente, são procuradas, permite uma rápida resposta e revela conhecimento de mercado.

Afinal, é essa uma das caraterísticas que diferencia uma empresa de recrutamento especializado, o conhecimento de mercado. Contudo, quando falamos em contratações em massa, em princípio, os candidatos em carteira poderão não ser suficientes para responder às necessidades em causa, logo há que conhecer as fontes. É essencial saber onde procurar e como chegar aos perfis pretendidos. Por vezes, a partilha da função num website não trará os perfis adequados ou o número de candidatos válidos necessário, logo é primordial dominar as diversas ferramentas de busca.

Finalmente, quando olhamos para projetos de grande volume poderemos cair no erro de achar que se trata de uma parceria a prazo. Não tem, necessariamente, de ser esse o caso.

O tipo de contacto que se estabelece com os diversos interlocutores no decorrer do projeto é uma ferramenta essencial para garantir a organização no decorrer dos processos e fulcral para garantir o contacto aquando do término da onda de contratações. Grande parte das empresas que existem ao dia de hoje têm necessidades no decorrer de cada ano, logo são inúmeras as oportunidades que nos poderão manter em contacto.

Recomendadas

Mais de 10 mil pessoas protegidas pelo seguro Covid-19 da Tranquilidade/Generali

O produto destina-se a empresas que pretendem proteger os seus trabalhadores, sobretudo as que continuam em atividade nos seus edifícios normais e o risco de infeção é superior. Lançado há 10 dias, foi desenvolvido em parceria com a AdvanceCare e garante um subsídio diário de 100 euros por cada dia de hospitalização por Covid-19.

Executivo ultima propostas para apoiar os media, mas falta consenso no setor

Media vão receber apoios estatais para enfrentar crise gerada pela pandemia da Covid-19. Governo anuncia apoios “em breve”.

Leia aqui o Jornal Económico desta semana

A edição digital do Jornal Económico vai estar disponível gratuitamente durante as próximas semanas, devido à situação de emergência nacional causada pela epidemia de Covid-19. Desta forma, todos os leitores continuarão a ter acesso ao Jornal Económico.
Comentários