Oeiras anuncia 1,8 milhões por ano até 2025 para a ciência

Oeiras torna-se o primeiro município a disponibilizar uma verba exclusivamente para a ciência.

Estratégia Oeiras Ciência e Tecnologia tem como horizonte cinco anos, de 2020 a 2025, e consigna o investimento de cerca de 1,8 milhões de euros por ano na sua implementação.

Apresentada esta terça-feira no Parque dos Poetas em Oeiras, a estratégia insere-se no programa Oeiras Valley, lançado oficialmente em maio, pelo município. O objetivo é criar o maior ecossistema de inovação do país, favorecendo a instalação de empresas de base tecnológica, farmacêutica, nanotecnológica e de investigação.

O ponto de partida são as  instituições científicas de Oeiras, mas há o propósito de alargar a outras instituições na periferia do concelho. Pretende-se também envolver empresas e cidadãos e atrair alunos, cientistas, empreendedores e mais empresas para o território.

“O Município de Oeiras tem condições únicas a nível nacional e internacional, que posicionam o território como um ecossistema de referência nas áreas da ciência e inovação. Aqui está sedeada uma grande quantidade de empresas de base científico-tecnológica, bem como várias universidades e institutos científicos de excelência”, salientou Isaltino Morais, presidente da autarquia.

Oeiras quer afirmar-se como centro internacional de ciência e inovação, criando algo de inédito em Portugal: “uma agenda concertada com a finalidade de produzir um impacto duradouro e sustentado no território em três grandes esferas”. A saber: educação e sociedade; inovação; e internacionalização.

 

Ler mais
Recomendadas

Estudantes europeus rumam a Setúbal para encontrar soluções de ‘smart tourism’

A 14.ª edição da Business Week’ é dedicada ao conceito de ‘smart tourism’ e o programa de trabalho volta a apostar num contacto direto dos participantes europeus com a cidade que os acolhe,

FCT da Universidade de Coimbra reduz pegada de carbono com mais de 1.800 painéis fotovoltaicos

As obras de instalação dos mais de 1.800 painéis fotovoltaciso tiveram o apoio financeiro do Banco Santander-Totta.

‘FEUP Career Fair’. Existem 2.500 ofertas de emprego para distribuir em dois dias

Até 17 de outubro, 85 empresas vão estar nos corredores da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) à procura de novos talentos e dispostas a recrutar.
Comentários