Oferta de casas para venda caiu 7% nos últimos doze meses

Entre setembro de 2020 e de 2021 apenas cinco distritos registaram um aumento da oferta para habitação, com destaque para Vila Real que registou um crescimento de 87%.

Portugal registou uma descida de 7% na oferta de casas para venda passando das 58.570 em setembro de 2020 para as 54.804 no mesmo mês de 2021, segundo os dados apresentados pelo portal ‘idealista’ esta quarta-feira, 20 de outubro.

Dos 20 distritos, apenas cinco apresentaram aumento da oferta de habitação para venda, com destaque para Vila Real que registou um crescimento de 87%, seguindo-se Coimbra (38%), Guarda (12%) e Castelo Branco (9%) e o Funchal com uma subida de 6%.

Em sentido inverso, as maiores descidas verificaram-se em Évora e em Setúbal com quebras de 30% e 29%, respetivamente, seguidas por Santarém (-23%), Faro (-20%), Leiria (-19%), Bragança (-18%) e Portalegre (-14%), registando-se ainda uma redução da oferta de casas em Braga (-11%), Porto (-9%) e Viana do Castelo (-8%).

As capitais de distrito que tiveram uma quebra menor na oferta de habitação para venda foram durante este período foram Viseu e Ponta Delgada (ambas com -7%), Lisboa (-5%), Beja e Aveiro (ambas com -4%).

Recomendadas

Sodexo reembolsa mais de 325 mil euros em cartão refeição com IVAucher

A Sodexo Portugal é a única empresa de benefícios extrassalariais aderente ao programa IVAucher.

Tarifa Social: quem tem direito a este desconto?

Sabia que, se tem dificuldades financeiras, pode beneficiar de um desconto na sua fatura de eletricidade e gás natural? Veja aqui tudo sobre a Tarifa Social.

O que é a Central de Responsabilidades de crédito do Banco de Portugal?

O que é a Central de Responsabilidades de crédito do Banco de Portugal e a importância da sua consulta? Saiba mais aqui.
Comentários