Oficial: Governo decreta fim da crise energética a partir da meia-noite

António Costa fala numa “vitória da democracia e da legalidade democrática” e que Portugal soube mostrar uma “grande maturidade”. Primeiro-ministro revela que a reposição da total normalidade dos combustíveis demorará dois a três dias.

A partir das 24 horas desta terça-feira, 19 de agosto, é colocado um ponto final na crise energética. A informação foi dada pelo primeiro-ministro António Costa, esta segunda-feira, 19 de agosto.

“Foi concluído o Conselho de Ministros e decretámos o fim da situação de crise energética a partir das 24 horas de hoje, eliminamos a rede REPA exclusiva, portanto todos os postos REPA podem abastecer matéria geral e levar até 25 litros durante o dia de hoje o limite da venda dos combustíveis”, referiu António Costa.

O primeiro-ministro sublinhou que “a total normalidade na reposição do abastecimento” irá levar dois a três dias”, congratulando-se pelo facto de que “felizmente não foi necessário empenhar tantos elementos [das forças de segurança] quanto aqueles que tinham sido mobilizados”.

António Costa salientou ainda que o fim desta crise energética “é uma vitória da democracia e da legalidade democrática” e que Portugal “mostrou uma grande maturidade”, visto que “quem quis exercer o direito à greve, exerceu o direito à greve de uma forma totalmente tranquila. Quem quis trabalhar pôde trabalhar, os serviços mínimos foram na sua essência respeitados, quando não foram foi decretada a requisição civil e foi cumprida e acatada”.

O primeiro-ministro realça também que tudo isto aconteceu “sem que as forças de segurança tivessem de empenhar a força, a violência, demonstra bem como a legalidade democrática foi respeitada e essa é a vitória mais importante”.

Relacionadas
gasolina_combustiveis_greve_motoristas

ANTRAM responde aos motoristas: “A ameaça e a chantagem nunca trouxeram nenhuma vantagem”

Os motoristas já avisaram que estão preparados para fazer greve às horas extraordinárias, fins de semana e feriados se a ANTRAM se mostrar “intransigente”. Em resposta, os patrões dizem que a “ameaça, e a chantagem nunca trouxeram nenhuma vantagem para ninguém”.

Fim da crise energética: Dois a três dias até abastecimento de combustíveis estar normalizado

A rede REPA exclusiva vai começar a vender combustível a todos os automobilistas a partir das 10 horas de hoje. Já os outros postos da rede REPA (não prioritários) vão começar a vender ainda hoje 25 litros por automobilista.

Fim da greve dos motoristas: 660 postos ainda sem gasóleo

O primeiro-ministro vai avaliar hoje se existem condições para declarar o fim da crise energética em Portugal, após o sindicato dos motoristas ter desconvocado a greve.
Recomendadas

Descubra a NAV, segundo o humor do secretário de Estado das Comunicações

Alberto Souto de Miranda acredita que os próximos dez anos da empresa responsável pela gestão do tráfego aéreo em Portugal “serão uma história de sucesso para celebrar”.

IP relança concurso para linha ferroviária da Beira Alta com preço base de 80 milhões

O anterior concurso foi anulado por todas as propostas concorrentes terem superado o valor base inscrito no caderno de encargos, atrasando todo o processo.

Grupo Vila Galé vai entrar no setor agroindustrial

O grupo hoteleiro vai investir numa central de fruta, para produzir e vender fruta, compotas de fruta, fruta laminada e fruta desidratada, para abastecer a cadeia e vender a clientes externos.
Comentários