Onde são os churrascos mais baratos? Preço da carne em Portugal está abaixo da média europeia

Na Polónia e na Roménia pode organizar um ‘barbecue’ de verão com a carne mais barata da União Europeia, segundo os dados divulgados pelo gabinete de estatísticas europeu, Eurostat.

O verão chama por churrascos ao ar livre, com amigos e diversão. Um facto que pode ser constatado nos supermercados portugueses é que o preço da carne tem apresentado aumentado de forma consistente.

Uma análise do gabinete de estatísticas europeu, Eurostat, fez a radiografia aos preços da carne em diversos países da União Europeia, classificando ainda uma média europeia através de um índice (até 100), que se baseia na análise métrica que compara a produtividade económica e o custo de vida dos países.

A média europeia fixa-se, assim, em ‘100 valores’, enquanto há países que passam e vão até aos 228. Na lista de países com a carne mais barata constam a Polónia e a Roménia, com um índice de 63, a Bulgária, com 64, e a Lituânia, com 71. Nos países mais caros, constam nomes como Luxemburgo, com 142, a Áustria, com 146, e a Suíça, cujo índice se fixou em 228.

Portugal, por sua vez, encontra-se abaixo da média europeia e de países como Espanha, Reino Unido e Malta. O índice de Portugal encontra-se em 83, no ano de 2018, apresentando uma ligeira descida desde o ano passado, quando se situou em 84. No entanto, se quiser juntar lacticínios ao barbecue que vai organizar, saiba que Portugal tem dos leites, queijos e ovos mais caros, uma vez que o índice analisado se fixou em 109 (acima da média europeia).

Recomendadas

“Não querem partilhar controlo”. Empresas portuguesas explicam à OCDE porque não entram em bolsa

Os custos relacionados, os baixos níveis de liquidez e a complexidade da regulação também foram obstáculos mencionados por mais da metade das empresas num inquérito conduzido pela OCDE.

Falta de liquidez é o principal fator que leva cotadas a abandonar a bolsa portuguesa, diz a OCDE

A OCDE sublinha que, nas últimas duas décadas, o número de empresas cotadas na bolsa de valores portuguesa diminuiu em dois terços, de 148 para 55, resultado de uma queda no número de novas listagens e um grande número de empresas que deixaram o mercado de ações através de cancelamentos de registo.

Bruxelas diz que exclusão de viajantes europeus na União Europeia é inaceitável

“Se isto estiver a acontecer, teremos de analisar o que poderá ser feito. São claras situações discriminatórias que, por princípio, não são aceitáveis”, declarou em entrevista à agência Lusa, em Bruxelas, o comissário europeu dos Direitos Sociais, Nicolas Schmit.
Comentários