Optimal Investments apoia portuense Omniflow no financiamento de 2 milhões de euros

O fundo de capital de risco HCapital New Ideas investiu na startup ligada à energia inteligente e Internet of Things.

A Optimal Investments assessorou financeiramente a empresa Omniflow no fecho de uma ronda de financiamento de dois milhões de euros, tendo o fundo de capital de risco HCapital New Ideas sido o responsável por este investimento no setor das energias inteligentes.

A operação foi liderada por Luís Paulo Tenente, sócio da Optimal Investments, e vai permitir à startup do Porto continuar a investir no seu plano de crescimento, através do reforço da equipa de gestão nas áreas do desenvolvimento de software, comercial e Internet das Coisas (“IoT”), bem como consolidar a estratégia de internacionalização (atualmente, também tem presença nos Estados Unidos, Alemanha, Itália, Emirados Árabes Unidos, Turquia, Índia e Bélgica).

“Esta nova ronda vem permitir-nos ter o suporte financeiro adicional para que possamos ser um pouco mais rápidos na implementação da nossa estratégia global onde já contamos com aproximadamente mil equipamentos instalados em mais de 20 países”, disse Pedro Ruão, presidente da Omniflow, aquando do anúncio da transação.

Fundada em 2011, a startup do Porto criou uma plataforma inteligente para IoT (“Omniled”), que produz energia a partir de fontes renováveis e armazena-a em baterias, conta com o apoio da Portugal Ventures desde o início do projeto.

“Acreditamos que este financiamento conjugado com o papel ativo dos parceiros do ecossistema do Fundo New Ideas, irá contribuir para a aceleração da expansão internacional da Omniflow e a consolidação da sua posição como empresa de soluções de IoT para cidades sustentáveis e inteligentes”, concluiu Rui Dias Alves, administrador da HCapital.

Relacionadas

Matosinhos testa no terreno como vão ser as cidades do futuro

As cidades inteligentes já são uma realidade, pelo menos em termos tecnológicos. Com mais 18 parceiros, a autarquia vai promover a sua experimentação em tempo real. E com pessoas a sério lá dentro.
Recomendadas

Portugueses entre os professores que mais ganham no ensino básico na OCDE

O conjunto completo de dados da OCDE revela uma grande lacuna entre os professores com maior e menor remuneração em todo o mundo. Portugal ocupa a 10º posição do ranking de remunerações anuais para professores do ensino básico.

CEO portugueses acreditam que inteligência artificial vai criar mais empregos do que destruir

O estudo “Global CEO Outlook”, elaborado pela consultora KPMG, concluiu também que os líderes empresariais portugueses (92% dos inquiridos) estão mais otimistas em relação ao crescimento da economia global do que os seus congéneres mundiais (78%).

PremiumValadas Coriel vai apostar na assessoria a negócios de arte

A sociedade de advogados liderada por João Valadas Coriel tornou-se em 2018 na segunda portuguesa a ter presença na Costa do Marfim, em parceria com o escritório de Eric Kondo.
Comentários