Ordem dos Advogados propõe quotas mais baixas e novo escalão para mais novos

Consulte aqui os valores propostos para o próximo ano, a entrar em vigor a partir de 1 de janeiro de 2019. Segundo esta entidade, a decisão deve-se à “reivindicação” dos profissionais devido ao “elevado valor das quotas dos seus associados individuais”.

O Conselho Geral da Ordem dos Advogados (OA) aprovou esta quarta-feira uma proposta de redução anual das quotas dos advogados em 1,240 milhões de euros, que prevê igualmente a criação de um novo escalão intermédio/de transição destinado a jovens advogados.

É a primeira vez que a OA sugere uma redução em percentagem no valor da quota de cada advogado. Segundo esta entidade, a decisão deve-se à “reivindicação” dos profissionais devido ao “elevado valor das quotas dos seus associados individuais”. Aos mais novos, a Ordem pretende dar “tempo para se estabelecerem na profissão”.

Aqueles exercem a profissão há cinco ou seis anos poderão ser os mais beneficiados (-30%), seguindo-se daqueles que têm até quatro anos de atividade (-20%) e, depois, os advogados há mais de seis anos na área e os reformados (-6%).

“Quando o atual conselho geral tomou posse, em janeiro de 2017, as contas apresentavam um resultado económico negativo de 901.417 euros. Atualmente, além de ter sido ultrapassado esse resultado negativo, o trabalho e a gestão rigorosa deste conselho geral permitiu a redução de despesas em cerca de 1,800 milhões de euros e a transformação daquele resultado negativo num resultado positivo em mais de um milhão de euros”, defende o bastonário da OA, Guilherme Figueiredo.

A alteração ainda será discutida em Assembleia Geral Extraordinária, no próximo dia 15 de outubro. Consulte abaixo os valores propostos para o próximo ano.

Pagamento mensal
Valor da Quota
Valor do pagamento anual antecipadoValor do pagamento semestral antecipado
Até 4 anos15,00€ [18,75€*]148,00€ [185,00€*]83,00€ [103,75€*]
Com 5 ou 6 anos25,00€ [37,50€*]246,70€ [370,00€*]138,30€ [207,50€*]
Com mais de 6 anos35,00€ [37,50€*]345,30€ [370,00€*]193,70€ [207,50€*]
Reformados35,00€ [37,50€*]345,30€  [370,00€*]193,70€ [207,50€*]

*Valor atual (2018)

Ler mais
Recomendadas

“Dados pessoais podem ser um produto tóxico para quem incumpra com o RGPD”

Até 2020 vai entrar em vigor o Regulamento e-Privacy e o Código das Comunicações Eletrónicas, o que irá obrigar as empresas a novos ajustes e alterações.

Sérvulo estabelece parceria com sociedade de advogados em Cabo Verde

A MJN Advogados, de Maria João de Novais, é o novo escritório parceiro da Sérvulo & Associados.

Conselho Regional vai deixar de ser “suporte do bastonário”

A advogada Ana Sofia de Sá Pereira, que tem tudo preparado para avançar com uma candidatura ao Conselho Regional do Porto, apoia uma eventual candidatura de António Jaime Martins contra Guilherme Figueiredo.
Comentários