“Ordem dos Economistas deve monitorizar aplicação do PRR”, defende António Mendonça, candidato a bastonário

Nesta entrevista conduzida por Filipe Alves, diretor do JE, António Mendonça e António Rebelo de Sousa, que são respetivamente o candidato a bastonário e o candidato a vogal da direção da Ordem, propõem-se a colocar esses profissionais ao serviço do crescimento económico do país, nomeadamente no que diz respeito ao acompanhamento e monitorização do Plano de Recuperação e Resiliência.

A Ordem dos Economistas vai a votos no final do ano e na corrida aos órgãos sociais estão António Mendonça e António Rebelo de Sousa, que são respetivamente o candidato a bastonário e o candidato a vogal da direção da Ordem, pela plataforma eleitoral “Um projeto para o futuro”.

Nesta entrevista conduzida por Filipe Alves, diretor do JE, os membros desta plataforma eleitoral propõem-se a mudar a Ordem, prestigiar os economistas e colocar esses profissionais ao serviço do crescimento económico do país, nomeadamente no que diz respeito ao acompanhamento e monitorização do Plano de Recuperação e Resiliência.

Recomendadas

Alguns hotéis da Serra da Estrela com lotação esgotada para a passagem de ano

Um dos primeiros hotéis a esgotar foi o H2otel, em Unhais da Serra, Covilhã, que tem 90 quartos e cujo programa especial de fim de ano abrange três noites, com um preço médio de 980 euros.

Covid-19: Irlanda encerra discotecas e anuncia novas restrições para fazer face à variante Ómicrom

O Governo irlandês anunciou esta sexta-feira novas restrições para conter a disseminação da nova variante Ómicron da covid-19, que incluem o encerramento de discotecas ou o distanciamento social em alguns locais.

Portugal pode esperar “política de continuidade” do novo ministro das Finanças da Alemanha, diz analista germânico

O politólogo Benjamin Höhne acredita que as políticas seguidas pelo futuro ministro das Finanças alemão, o liberal Christian Lindner (na foto), favorecerão a “continuidade”, mais do que mudança, em relação aos países do sul da Europa como Portugal.
Comentários