Os híbridos estão a dar cartas e o IS 300h é o mais popular

Até há alguns anos, falar de um híbrido como carro popular seria inconcebível. Mas a consciência ecológica dos consumidores levou ao crescimento exponencial de híbridos. Exemplo é o IS, da Lexus, que vai na terceira geração e tem o modelo 300h como o mais popular.

Experienciar uma condução em modo elétrico significa silêncio mas, sobretudo, rapidez no arranque e nas manobras. Recordemos que esta motorização nova Full Hybrid liga um potente motor a gasolina de 2,5 litros, a funcionar em ciclo Atkinson, e um motor elétrico potente. O motor de quatro cilindros, sublinha o construtor, combina um sistema variável “inteligente de válvulas Dual VVT-i”, a tecnologia de injeção de combustível D-4S da marca e “um sistema de recirculação de gases de escape”. O resultado é uma emissão de gases mais baixa e níveis de consumo de combustível que pela nossa experiência se situaram abaixo dos 5,5 litros por 100 quilómetros. A marca diz que é possível ter consumos de 4,3 l/100 Km.

Mas o que tem de diferente esta nova geração do Lexus IS? O construtor japonês do grupo Toyota, onde se insere a marca, gosta de ligar o design ao conhecimento ancestral dos seus artesãos e é assim que o engenheiro-chefe da marca, Naoki Kobayashi, apresenta o trabalho. Modelar a carroçaria era uma questão de evolução nesta terceira geração, mas não podia deixar de manter a linha do tejadilho de coupé, nem o porte desportivo. Entretanto havia que trabalhar a nova iluminação Led que, indiscutivelmente, dá maior profundidade na visão noturna. O designer salienta a inspiração em artigos de joalharia para destacar a nova frente, que ganha relevância com a nova grelha trapezoidal.

Se o exterior deste coupé potencia “amor à primeira vista”, também o equipamento interior reflete a preocupação da Lexus nas questões de segurança. A marca integrou tudo num pacote, o Lexus Safety System+, que inclui um sistema de aviso de ângulo morto e ainda um alerta de tráfego transversal na traseira. E para quem espera ter um carro intuitivo, Kobayashi esmerou-se e incluiu um ecrã de alta resolução de 1,3 polegadas e um sofisticado sistema de navegação. Já a pensar naquilo que um premium pode oferecer, o interior tem zonas de revestimento em madeira escura, algo só visto num SUV de luxo da marca, o RX. E para as grandes viagens espera-o um grande som com o Pioneer Premium Sound com dez altifalantes.

Um dado relevante para a marca é a garantia de cinco anos ou 160 mil km e ainda a cobertura da bateria do sistema híbrido, que pode ser renovada anualmente de forma gratuita até ao 10º ano de vida do veículo, se cumprido o plano de manutenção indicado pelo construtor. Os híbridos, gasolina ou diesel, representam para a Lexus 97% das vendas e no caso dos híbridos premium, o peso na Lexus é de 20% do total das matrículas.

Recomendadas

PremiumPor trás dos números – Os ‘Midas’ e a arte de bem investir

Foi a paixão pelos números que os levou a querer perceber o que explica as oscilações das ações. Habituados a lidar com a alta pressão, os analistas de mercados são inundados por avalanchas de dados financeiros, que analisam para acautelar e valorizar os investimentos dos clientes. Consideram que há excesso de regulação e que a tecnologia prejudicou os pequenos investidores.

PremiumEike Batista – O empresário que perdeu 35 mil milhões num ano

O empresário é um dos sete filhos de uma alemã e de um brasileiro. Nasceu no Brasil, cresceu na Europa e criou um império de negócios com empresas mineiras e de construção. Faliu em 2013 e já foi preso no âmbito da operação Lava-Jato.

PremiumJNCQUOI Ásia – Entre especiarias, dragões e descobridores

O novo restaurante e bar celebra a extensão do conceito de lifestyle JNcQUOI numa vertente asiática com inspiração portuguesa, tendo como pano de fundo os Descobrimentos portugueses e a sua influência na gastronomia asiática.
Comentários