PremiumOs investidores sentem falta do dinamismo da bolsa portuguesa

Ricardo Seixas, administrador-delegado da Fidentiis Gestión, diz em entrevista, que a bolsa não reflete o tecido empresarial português.

A Fidentiis Gestión passou a estar presente no mercado português em junho através de uma parceria com o Banco Best, e o seu administrador-delegado esteve em Lisboa para participar numa conferência do banco subordinada ao tema “Duas abordagens para investir em ações”. Ricardo Seixas falou sobre “como encontrar o valor de uma empresa”. Em entrevista ao Jornal Económico falou da parceria com o Best e do mercado de ações que acaba por ser dos poucos ativos a oferecer retornos num contexto de taxas de juro baixas por muito tempo.

Questionado sobre como é que vê o mercado acionista português, tanto em termos de investidores e de ativos (emitentes), o administrador delegado da gestora de fundos espanhola afirmou que “é com grande tristeza que assistimos a um esvaziar dessa representação do tecido empresarial português em bolsa, que, de uma forma geral, é visto como um sinal de falta de dinamismo por parte da economia”.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumPolitécnico de Santarém estreita ligação às empresas

João Moutão, presidente interino, revela ao JE a criação de um programa de inovação pedagógica. Alunos vão ajudar empresas em problemas concretos.

PremiumTrump volta à melhor forma com crise racial a somar-se à de saúde

No limite, os confrontos por causa da morte de George Floyd vão fazer com que o presidente consiga provar aos norte-americanos que, como a resposta à pandemia, tudo não é mais que um ‘complot’ dos democratas

PremiumAntónio Costa Silva, o engenheiro da recuperação

Do petróleo e da poesia para o lugar de paraministro. O gestor que o primeiro-ministro chamou para desenhar o plano para recuperar a economia é um engenheiro de topo, mas enquanto poeta escreve sobre as palavras, os beijos e a beleza. O conhecimento profundo sobre temas abrangentes, aliado à modéstia e ao rico sentido de humor, resulta em elogios por parte de quem o conhece há anos. “Não há pessoa que não goste dele”, garantem.
Comentários