Parlamento espanhol autoriza extensão do estado de emergência até 20 de junho

O Governo minoritário, formado por uma coligação entre o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) e o Unidas Podemos (extrema-esquerda), não teve dificuldade em reunir uma maioria de deputados para votar, pela sexta vez, a continuação do estado de emergência.

O parlamento espanhol aprovou hoje o sexto e último prolongamento de duas semanas, até à meia-noite de 20 de junho, do estado de emergência, em vigor desde 15 de março, com o objetivo de lutar contra a covid-19.

O Governo minoritário, formado por uma coligação entre o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) e o Unidas Podemos (extrema-esquerda), não teve dificuldade em reunir uma maioria de deputados para votar, pela sexta vez, a continuação do estado de emergência.

Isto, apesar de as duas maiores formações da oposição de direita terem votado contra a prorrogação, o Partido Popular e o Vox (extrema-direita), que são, respetivamente, o segundo e o terceiro maiores partidos do espetro político espanhol muito pulverizado.

Recomendadas

Empresários alemães antecipam “desastre económico ” com Brexit sem acordo

Os empresários alemães consideraram hoje que se não houver “regras claras” relativamente ao comércio de mercadorias após o ‘Brexit’, haverá um “desastre económico” para as empresas do país.

Trump promete aprovar reforma da imigração baseada em “méritos”

Trump não revelou pormenores sobre a iniciativa ou os desafios que enfrentaria uma ordem executiva para mudar o sistema de imigração, da responsabilidade do Congresso dos Estados Unidos.

Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

De acordo com a Procuradoria-Geral dos EUA, Stone atuou como ligação entre a campanha de Trump 2016 e a plataforma WikiLeaks, que divulgou e-mails roubados do Comité Nacional Democrático, prejudiciais para a campanha da candidata presidencial de Hillary Clinton.
Comentários