Partido de Bolsonaro expulsa deputado Alexandre Frota após críticas ao governo brasileiro

Antes de se tornar deputado, Alexandre Frota ganhou fama no Brasil quando trabalhou como ator de novelas e de filmes eróticos. Foi eleito pelo Partido Social Liberal para a câmara baixa parlamentar no ano passado, com 155 mil votos no estado de São Paulo.

O Partido Social Liberal (PSL), do Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou esta terça-feira a expulsão do deputado Alexandre Frota, que nos últimos meses se tornou um crítico do Governo.

Antes de se tornar deputado, Frota ganhou fama no Brasil quando trabalhou como ator de novelas e de filmes eróticos. Foi eleito pelo PSL para a câmara baixa parlamentar no ano passado, com 155 mil votos no estado de São Paulo.

Frota teve uma participação ativa na campanha presidencial de Bolsonaro, mas nos últimos meses passou a discordar de muitas iniciativas propostas pelo Governo.

Numa entrevista recente, Frota declarou estar “desapontado” com o Presidente brasileiro.

“Eu conheço dois Bolsonaros. Um era meu amigo até ao dia da eleição. O outro é agora Presidente. [Sobre este segundo] prefiro não comentar”, disse o deputado.

Frota também criticou o PSL, partido no qual ingressou em meados do ano passado quase às vésperas da campanha eleitoral.

“Desde o início o PSL foi esquecido pelo Governo [Bolsonaro] e não fez nada em relação a isto, agora [o partido] está numa fase de divisão total”, disse há duas semanas.

Depois de tantas declarações polémicas, alguns deputados do PSL solicitaram a expulsão de Frota, pedido que foi acatado pelos membros da direção nacional do partido esta terça-feira.

O deputado absteve-se de comentar a decisão do PSL, mas já na semana passada, diante da possibilidade de ser expulso, adiantou ter recebido convites para se filiar noutros partidos políticos.

“Fico feliz por saber que tenho as portas abertas em outros partidos porque isso significa que não estou a fazer coisas erradas”, disse.

Ler mais
Recomendadas

Pompeo e Pence a caminho de Ankara para discutir ofensiva Turca no nordeste da Síria

O vice-presidente e o secretário de Estado dos EUA vão viajar para a Turquia esta noite para discutir a Operação Primavera da Paz da Turquia e a situação na Síria.

Rússia diz que não permitirá confrontos entre exércitos turco e sírio

A Rússia não vai permitir confrontos entre os exércitos turco e sírio, em plena operação militar de Ancara no nordeste sírio contra uma milícia curda, advertiu o enviado especial russo à região.

Boris Johnson na margem de um acordo. Primeira versão do Brexit pode chegar esta noite

Uma primeira versão do acordo poderá ser publicada já esta quarta-feira. Segundo a imprensa britânica, as equipas de negociação conseguiram chegar a um consenso sobre uma fronteira alfandegária no mar da Irlanda.
Comentários