Patrícia Mamona torna-se campeã europeia de triplo salto em pista coberta

Terceira medalha de ouro para Portugal nos europeus de atletismo em pista coberta, disputados na cidade polaca de Torun, foi conseguida com um salto que valeu um novo recorde nacional à atleta de 32 anos.

Patrícia Mamona

Patrícia Mamona tornou-se campeã europeia de triplo salto em pista coberta neste domingo, conquistando a terceira medalha de ouro para Portugal na competição disputada na cidade polaca de Torun, depois de Auriol Dongmo (lançamento de peso) e Pedro Pichardo (triplo salto) terem conseguido primeiros lugares.

A atleta de 32 anos, que já tinha sido campeã europeia em 2016, dessa vez ao ar livre, foi a primeira classificada graças a um salto de 14,53 metros, com o qual bateu o seu próprio recorde nacional de pista coberta, apenas um centímetro à frente da espanhola Ana Peleteiro e da alemã Neele Eckhardt.

Apesar de ter partido para a final com a segunda marca da época entre as participantes, atrás da grega Paraskevi Papachristou, que não iria além do quinto lugar, Patrícia Mamona liderou desde o início. Começou com 14,35 metros, melhorou três centímetros na segunda ronda e atingiu o novo recorde nacional em pista coberta no terceiro salto.

Ainda sentiu alguns calafrios com a aproximação das rivais, pois Eckhardt fez 14,52 metros ao terceiro salto, e Ana Peleteiro saltou a mesma distância na última tentativa, mas a atleta do Sporting, natural de Lisboa e com ascendência angolana, não precisou de melhorar a marca para juntar a medalha de ouro ao seu extenso palmarés. Nomeadamente as medalhas de bronze nos europeus de atletismo de 2012, em Helsínquia, e nos europeus de atletismo em pista coberta de 2017, em Belgrado.

Patrícia Mamona teve direito, tal como Pichardo e Dongmo, a mensagens de parabéns do primeiro-ministro António Costa, e do secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo.

Ler mais
Recomendadas

PremiumFernando Gomes: “Deveríamos conseguir baixar custos salariais em cerca de 15 milhões”

“Até agora, não houve um apertar do cinto, um emagrecimento dos custos na estrutura do futebol (…) foi pelas mais-valias da venda de jogadores que estamos a conseguir sair desta situação delicada”

Portugal procura adeptos na China. FPF firma parceria com a maior plataforma chinesa de social media

A parceria com a Weibo é a segunda mais relevante que ocorre em 2021, depois da FPF inaugurado a loja oficial seleção no Alibaba Tmall no início do ano.

SuperLiga Europeia: o que resta do terremoto que agitou o futebol europeu? Hoje há “Jogo Económico” com Miguel Poiares Maduro

Acompanhe o programa “Jogo Económico” na plataforma multimédia JE TV, através do site e das redes sociais do Jornal Económico.
Comentários