Quanto cobram os blogues portugueses por um post patrocinado?

Segundo um estudo da Blogs Portugal e da Guess What, as publicações patrocinadas sobre tecnologia e ‘gadgets’ são as mais caras, com um preço médio de 105 euros.

As publicações patrocinadas na blogosfera portuguesa custam em média 50 euros cada uma, mas um só post pode chegar os 4.000 euros, dependendo das necessidades das marcas, da dimensão dos blogues e dos temas, segundo um estudo da Blogs Portugal e da Guess What.

“Foi feito pela primeira vez um estudo à Blogosfera portuguesa de modo a perceber os preços praticados nos posts patrocinados. Obtivemos os dados de mais de 1.000 blogues e conseguimos apurar que o preço médio de um post é de 50 euros, sendo que existe um grande intervalo de preços, que começa nos 10 euros”, afirma André Santos, co-fundador da Blogs Portugal

O responsável da plataforma salienta que, através da análise realizada, perceberam que o custo é “um investimento bastante interessante para as marcas, uma vez que o retorno tendencialmente é muito positivo e as marcas conseguem comunicar, de forma segmentada, com os seus públicos-alvo”.

Preços médios das publicações patrocinadas em blogues:

  • Tecnologia e gadgets: 105 euros
  • Literatura: 92 euros
  • Saúde: 80 euros
  • Viagens: 78 euros
  • Baby Blog: 70 euros
  • Fitness: 57 euros
  • Culinária e Gastronomia: 50 euros
  • Moda: 38 euros
  • Diy e Decoração: 35 euros
  • Beleza: 32 euros

A investigação concluiu que as publicações patrocinadas sobre tecnologia e gadgets são as mais caras, com um preço médio de 105 euros. Seguem-se as categorias de “Literatura”, cujos posts têm um preço médio de 92 euros, e de “Saúde”, que custam em média 80 euros cada um.

Recomendadas

Endividamento das famílias aumentou em 2019

Em média o rendimento das famílias que procuram o nosso apoio é de 1.200 euros, com um montante de prestações com crédito de 920 euros. Portanto, a taxa de esforço das famílias, que não deve ser superior a 35%, ou seja, os gastos mensais com créditos não devem absorver mais de 35% do rendimento mensal, continua a ser muito elevada: 76%.

Mais de 29 mil sobre-endividados pediram ajuda à Deco em 2019

Mais de 29.000 sobre-endividados voltaram a pedir ajuda à Deco em 2019, tal como em 2018, sendo a principal causa de endividamento a deterioração das condições laborais, em vez do desemprego, segundo dados da associação.

Em Portugal a água da torneira está bem e recomenda-se

É certo que, algumas vezes, a água sai turva ou branca da torneira. Provavelmente, deve existir ar dissolvido na água, devido às oscilações de pressão nas tubagens e nos reservatórios. É um fenómeno pontual e não afeta a qualidade.
Comentários