Pedro Nuno Santos prossegue hoje em Leixões ronda pelos portos nacionais

Depois da visita de sexta-feira passada ao porto de Sines, o ministro das Infraestruturas em visita oficial aos portos de Leixões de Viana do Castelo.

Cristina Bernardo

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas e da Habitação, vai deslocar-se hoje, dia 20 de novembro, em visita oficial às instalações dos portos de Leixões e de Viana do Castelo, prosseguindo, assim, uma ronda pelos cinco principais portos nacionais, iniciada na passada sexta-feira, com uma visita ao porto de Sines.

Segundo um comunicado de APDL – Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, “os investimentos nas infraestruturas portuárias será o tema em cima da mesa”.

Pedro Nuno Santos, será acompanhado pelo secretário de Estado Adjunto e das Comunicações, Alberto Souto de Miranda, nesta sua primeira visita oficial aos portos de Leixões e de Viana do Castelo.

A visita tem início às 11 horas de hoje , na sede da APDL, seguindo para o Centro de Coordenação e Segurança de Leixões, e depois para a área portuária, incluindo os terminais portuários e o terminal de cruzeiros.

Da parte da tarde, a comitiva seguirá para o porto de Viana do Castelo.

Segundo a referida nota informativa da APDL, esta iniciativa está enquadrada no ciclo de visitas que Pedro Nuno Santos iniciou na passada sexta-feira pelos portos de Portugal, tendo como objetivo conhecer os projetos que estão em curso e inteirar-se da gestão e características das infraestruturas que considera “centrais no desenvolvimento da economia local, regional e nacional”.

Ler mais
Recomendadas

Deutsche Bank multado em mais de 130 milhões de euros após Epstein usar contas do banco para silenciar vítimas

De acordo com o “The New York Times”, o Deutsche Bank não fez “muitas perguntas” a Epstein para o ter como cliente. Nem mesmo quando foi observada a retirada de 100 mil dólares (88,6 mil euros) das contas do falecido multimilionário para “gorjetas e despesas domésticas”.

Lufthansa vai cortar mil empregos administrativos e reduzir novas aeronaves a metade

Como parte do plano de reestruturação, a companhia aérea anunciou que os cortes nos postos de trabalho vão incluir também os cargos administrativos e de gestão.

Crise no mercado de retalho deve ser pior do que crise de 2009

Quando a recuperação económica chegar, a publicação estima que esta seja lenta, uma vez que a maioria dos mercados afetados pela crise de 2008/2009 demorou perto de um ano até que as vendas retomassem a níveis pré-crise.
Comentários